Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Palmeiras perde para o Guarani por 3 a 1 e deixa o G-4

Com a derrota, o time do Palestra Itália caiu para a quinta colocação e corre o risco de jogar fora de casa nas quartas de final

iG São Paulo |

Em confronto direto pela quarta colocação do Campeonato Paulista, o Guarani venceu o Palmeiras por 3 a 1, neste domingo, no Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas. Apesar dos quatro gols, a partida ficou marcada pelas boas defesas dos goleiros Deola e Juliano.

Leia mais: Corinthians vence e garante pelo menos o 2º lugar do Paulistão

Com a derrota, o time do Palestra Itália ficou na quinta colocação e corre o risco de disputar as quartas de final do Estadual fora de casa. Na última rodada da primeira fase, o Palmeiras recebe o lanterna Comercial, domingo, no Pacaembu. Já o Guarani, também no domingo, enfrenta o Botafogo, em Ribeirão Preto.


O jogo:

O Guarani aproveitou o mando de campo e começou a partida disposto a abrir o placar o mais rápido possível. Aos três minutos, após cobrança de lateral, Fabinho recebeu na grande área e chutou cruzado, tirando tinta da trave do goleiro Deola.

Aos 11, o volante Wesley, contratação mais cara do Palmeiras na temporada, sentiu dores no joelho e foi substituído por Maikon Leite. Seguindo a pressão dos minutos iniciais, o time de Campinas abriu o placar 15 minutos. Fumagalli cobrou falta, Bruno Mendes testou e Deola fez boa defesa. Porém, no rebote, Neto não desperdiçou: 1 a 0.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Apenas três minutos depois, o árbitro Rodrigo Guarizo do Amaral marcou pênalti polêmico de Neto em Daniel Carvalho. Na cobrança, Barcos bateu firme no canto e acabou com o jejum pessoal de quatro jogos sem marcar: 1 a 1.

Apesar do empate, o Guarani não se abateu e continuou mandando na partida. Aos 23 minutos, Fumagalli cobrou falta, Bruno acertou o travessão e a bola ficou com Fabinho, que sofreu pênalti de Gerley. Na cobrança de Fumagalli, o goleiro do Palmeiras acertou o canto, mas não evitou o gol: 2 a 1.

Após do gol, a equipe do técnico Luiz Felipe Scolari equilibrou as ações e criou dois lances de perigo. Primeiro, em jogada rápida pela esquerda, Gerley cruzou rasteiro, o goleiro Juliano não conseguiu cortar e Maikon Leite perdeu ótima chance.

Pouco depois, Marcos Assunção cobrou escanteio, Barcos cabeceou no ângulo e Juliano, no reflexo, fez um milagre.

Falando em milagre, o goleiro Deola não deixou por menos. Aos 37 minutos, Oziel levantou, Fabinho testou no canto e o camisa 22 salvou. Na sobra, Fumagalli soltou a bomba e Deola fez outra grande defesa.

Três minutos depois, o camisa 1 do time da casa respondeu com outra defesa espetacular. Barcos recebeu cruzamento de Gerley quase na pequena área, chutou de primeira no canto e Juliano foi buscar.

Veja a classificação do Campeonato Paulista

No começo da etapa final, o Palmeiras foi para cima e, mais uma vez, brilhou a estrela de Juliano. Aos nove minutos, Marcos Assunção cobrou falta da direita, Daniel Carvalho desviou no cantinho e o goleiro espalmou para fora.

Apenas dois minutos depois, o time comandado pelo técnico Vadão ampliou a vantagem. Fabinho avançou pela esquerda e cruzou na medida para Bruno Mendes testar no canto, sem chance para Deola: 3 a 1.

Para alegria da torcida do time da casa, o Palmeiras ficou com um jogador a menos aos 17 minutos. O lateral-direito Cicinho fez falta dura em Fabinho e levou o cartão vermelho direto.

Depois da expulsão, o Guarani aproveitou a vantagem numérica para administrar o resultado positivo e criou apenas uma jogada de perigo. Aos 39 minutos, Bruno Mendes driblou o zagueiro Henrique e chutou forte no canto para outra boa defesa de Deola.

FICHA TÉCNICA
GUARANI 3 X 1 PALMEIRAS

Local: Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP)
Data: 8 de abril de 2012, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral
Assistentes: Carlos Alberto Funari e Claudenir Donizeti Gonçalves da Silva
Cartões amarelos: Neto, Fumagalli, Bruno Recife, Fábio Bahia, Fabinho, Max Pardalzinho e Domingos (Guarani); Gerley, João Vitor, Márcio Araújo e Patrik (Palmeiras)
Cartão vermelho: Cicinho (Palmeiras)

Gols: Neto aos 14, Barcos aos 18 e Fumagalli aos 24 minutos do 1º tempo; Bruno Mendes aos 11 minutos do 2º tempo

GUARANI: Juliano; Oziel, Neto (André Leone), Domingos e Bruno Recife; Wellington Monteiro, Fábio Bahia, Danilo Sacramento e Fumagalli (Thiaguinho); Fabinho (Max Pardalzinho) e Bruno Mendes
Técnico: Vadão

PALMEIRAS: Deola; Cicinho, Leandro Amaro, Henrique e Gerley (Chico); Márcio Araújo, Marcos Assunção, João Vítor, Wesley (Maikon Leite) e Daniel Carvalho (Patrik); Barcos
Técnico: Luiz Felipe Scolari

 

Leia tudo sobre: PALMEIRASGUARANIpaulistão 2012

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG