Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Gre-Nal no Gauchão deve ter 13 novatos

Grêmio vai usar os reservas e Inter continuará com o time B. A maioria dos jogadores nunca enfrentou o rival

Gabriel Cardoso e Hector Werlang, iG Porto Alegre |

O primeiro Gre-Nal de 2011 será cheio de novidades, especialmente para os jogadores. Pelos prováveis times, o Grêmio terá cinco estreantes no clássico, e o Internacional oito atletas que nunca enfrentaram o maior rival pelo time principal.

O Grêmio deve começar o jogo com: Marcelo Grohe; Mário Fernandes, Vilson, Neuton e Bruno Collaço; Mateus Magro, Maylson, Pessali e Roberson; Diego Clementino e Lins. Collaço, Mateus, Pessali, Roberson e Lins nunca enfrentaram o Inter pelo time principal.

Aos 20 anos, Mateus Magro é um dos cinco estreantes azuis. O volante sabe da importância da partida não só para as equipes assim como para os jogadores:

“Quem faz um bom papel no Gre-Nal tem as portas mais abertas. É o caso do Neuton e do Mário, que estrearam no clássico e estão aí no grupo principal”.

Mateus foi promovido aos profissionais neste ano por Renato Gaúcho. Sempre presente na equipe que disputa o Gauchão, o volante terá de fazer um bom jogo, afinal, o Grêmio deve acertar a contratação de Everton, ex-Cruzeiro, um concorrente na posição.

Nas categorias de base, Mateus atuou em dois clássicos, com duas vitórias. Sabe que a partida é mais disputada do que as outras, é um jogo decidido no detalhe e a repercussão é bem maior.

“Ganhando ou perdendo terá reflexo no nosso trabalho”, admite o volante.

Vipcomm
Ricardo Goulart é meia-atacante do Inter
O Internacional deve começar o jogo com: Muriel; Daniel, Rodrigo Moledo, Ronaldo Alves e Massari; Juliano, Augusto, Ricardo Goulart, Marquinhos e Tiago Humberto; Guto. Apenas Daniel, Ronaldo Alves e Marquinhos já enfrentaram o Grêmio.

Ricardo Goulart, 19 anos, é o artilheiro do time no campeonato com 3 gols. O jogador, que está emprestado pelo Santo André, quer manter a boa sequência.

“Me sinto privilegiado por estar ajudando o time. Um gol no Gre-Nal pode me ajudar ainda mais”, projeta.

O meia-atacante não vê facilidade por enfrentar o adversário sem a força máxima. Ricardo tem acompanhado o Grêmio e espera por dificuldades.

“Assisti a vitória do Grêmio contra o Canoas e agora temos que estudar o adversário. O Grêmio tem bom time e sabemos da importância do jogo. Sempre tem um algo a mais, mas estou tranquilo”, conta.

Outros jogadores como o goleiro Muriel e o atacante Guto já enfrentaram o Grêmio diversas vezes pelas categorias de base. Para Ricardo tudo será novidade, pois ele veio do futebol paulista.

“Já joguei clássicos em São Paulo. Sei que sempre tem um algo a mais. Agora temos que esperar o dia do jogo para sairmos com a vitória”, finaliza.

Os dois times estão focados na Libertadores, e por isso preservam as suas principais estrelas. O clássico do próximo domingo, 19 horas e 30 minutos, na cidade uruguaia de Rivera não terá nem mesmo os técnicos Renato Gaúcho e Celso Roth. Roger, ex-lateral esquerdo e auxiliar técnico de Renato é quem comandará o Grêmio. E Enderson Moreira, técnico do time B, segue no reservado do Inter.

O Gre-Nal cai entre os dois jogos do Grêmio contra o Liverpool pela pré-Libertadores. Depois de empatar em 2 a 2 em Montevidéu, os titulares foram preservados do Gauchão para se prepararem para a partida de volta na próxima quarta-feira.

O Inter está disputando todo o Campeonato Gaúcho com o time B, enquanto os titulares se preparam para a estreia na Libertadores, dia 16 de fevereiro contra o Emelec no Equador. O time de Celso Roth participará de alguns jogos do estadual apenas para adquirir ritmo de jogo.
 

Leia tudo sobre: GrêmioInternacionalCampeonato Gaúcho 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG