Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Grêmio vence São Luiz e confirma melhor campanha no Gauchão

Com 1 a 0 em Ijuí, equipe de Renato Gaúcho disputará jogos eliminatórios no Olímpico

Hector Werlang, iG Porto Alegre |

Em um típico jogo de Gauchão, com campo embarrado e ríspidas disputas de bola, o Grêmio venceu o São Luiz por 1 a 0, em Ijuí, e confirmou a melhor campanha da Taça Piratini. Com a vantagem de decidir os jogos eliminatórios no Olímpico, o clube de Porto Alegre começa, na semana que vem, a busca pelo título do primeiro turno e pela presença na final do Estadual. 

Foi o primeiro passo para ter tranquilidade na Libertadores, afinal, o segundo turno será disputado no mesmo período da fase de grupos do torneio sul-americano. Antes, o Grêmio enfrenta o Novo Hamburgo, fora de casa, no domingo, pela última rodada desta fase classificatória. Não há definição se a equipe será titular, reserva ou mista. O São Luiz não tem mais chances e se prepara para a disputa da Taça Farroupilha, o segundo turno.

Esta não foi a única boa notícia da noite desta quarta-feira para o Grêmio. Borges, recuperado das lesões na tíbia da perna esquerda e muscular na coxa direita, começou a primeira partida como titular em 2011. Mesmo com a falta de ritmo, demostrou vontade em disputar a vaga de titular.

O jogo
Mesmo com apenas quatro titulares em campo (Paulão, Rafael Marques, Bruno Collaço e Adilson), a equipe de Renato Gaúcho, que desta vez foi ao Interior, sempre teve o controle do jogo. A melhor qualidade dos atletas gremistas compensou a falta de entrosamento e o iméto do time local.

Não fosse o mau estado do gramado, o número de passes errados não seria tão alto. Mesmo assim, o Grêmio abriu o placar em boa trama pela direita. Mário cruzou, Maylson antecipou a zaga e cabeceou forte para defesa de Vanderlei. No rebote, o mesmo Maylson só empurrou para a rede: 1 a 0.

O gol deixou a equipe de Ijuí nervosa e totalmente dominada em campo. Ela teve sorte de não ir para o intervalo com uma desvantagem maior. Também pela direita, Maylson serviu Roberson. Este, porém, bateu por cima perdendo boa chance.

O segundo tempo teve pouca emoção. A partir da entrada de Alexandre, o São Luiz conseguiu criar jogadas ofensivas pela esquerda. Paulão e Rafael Marques, a zaga gremista titular, porém, impediam a conclusão a gol.

Num único lance de perigo, no qual Rafael Marques e Marcelo Grohe não se entenderam, a bola quase entrou. O Grêmio administrou a vantagem até o fim do jogo. Saiu de Ijuí com a melhor campanha e com Borges com fome de gol. Aos 46 minutos do segundo tempo, ele driblou o goleiro Vanderlei e só não fez o gol pois Glauber afastou em cima da linha. Enfim, o atacante está recuperado.

FICHA TÉCNICA – SÃO LUIZ 0 X 1 GRÊMIO

Local: Estádio 19 de Outubro, em Ijuí (RS)
Data: 9 de fevereiro, quarta-feira
Horário: 22h (de Brasília)
Árbitro: Fabrício Neves Corrêa (RS)
Auxiliares: Paulo Ricardo Silva Conceição e Edemar Lacerda Palmeira (RS)
Cartões amarelos: Neguetti, Baiano, Bronzatti, Glauber, Daril (S) e Mateus Magro, Mário (G)
Cartão vermelho: Bronzatti (S)

GOL: Grêmio: Maylson, aos sete minutos do primeiro tempo.

SÃO LUIZ: Vanderlei; Bronzatti, Faccin (William) e Glauber; Fernando (Anderson), Daril, Baiano, Jean Paulo (André Luiz) e Neguetti; Alexandre e Sharlei. Técnico: Beto Campos

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Mário, Paulão, Rafael Marques e Bruno Collaço; Mateus Magro, Adilson, Maylson (Vinícius Pacheco) e Roberson (Mithyuê); Diego Clementino (Wesley) e Borges. Técnico: Renato Gaúcho.

Leia tudo sobre: Grêmiocampeonato gaúcho 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG