Time de Muricy Ramanlho perdeu terceira partida seguida e ficou distante do título brasileiro

nullDá para dizer que o Grêmio tirou o atraso no Brasileirão. Com boa atuação em grande jogo contra o Santos , adiado da 11ª rodada, na noite desta quarta-feira, no Olímpico, o time gaúcho venceu por 1 a 0 e, definitivamente, entrou na disputa por uma vaga à Libertadores.

É, agora, o nono lugar, com 39 pontos. Diminuiu para cinco a distância do Fluminense, o último integrante do G5. O Santos, por tabela, ficou distante da meta de ser campeão nacional. Com a terceira derrota seguida, perdeu a primeira chance de descontar os 15 pontos de vantagem do líder Vasco – é o 13ª, com 35 pontos. Tem mais um jogo atrasado, este diante do Botafogo, dia 26.

A próxima rodada promete mais emoção. O Grêmio enfrenta o Coritiba, sábado, em Curitiba. O Santos tem o clássico com o Palmeiras, domingo.

Twitter iG Grêmio: Notícias e comentários em tempo real

Santos no Twitter do iG: Notícias e comentários em tempo real

Veja a classificação atualizada e os próximos jogos do Brasileirão

O jogo
Foi um belo jogo. Jogadas nas duas áreas, lindos dribles, ótimos desarmes, boas defesas, oportunidades e, claro, gol. Tudo começou com uma incrível pressão do Grêmio. Em cinco minutos de partida, o goleiro Rafael precisou se virar para passar livre a três finalizações, uma delas cara-a-cara com Brandão.

Não teve a mesma sorte aos nove minutos, quando o centroavante abriu o placar de cabeça – o primeiro gol de um atacante nos últimos cinco jogos. Após bela jogada coletiva, com participação de quatro jogadores, Marquinhos cruzou e o camisa 9 subiu mais do que Durval e desviou do goleiro.

Justo, afinal, os atletas do Santos mal tocavam na bola. O Grêmio beirou os 70% de posse de bola, resultado da intensa troca de passes entre seus meias, e só não ampliou o placar pois Escudero e Douglas desperdiçaram boas chances. Foi quando o Santos começou a equilibrar a partida.

Entre para a Torcida Virtual do Grêmio ou do Santos e dê sua opinião sobre o jogo

Ibson e Borges comandaram a reação. O primeiro perdeu duas chances e o segundo, uma. Tudo fruto de rápidos contragolpes e desatenção da defesa gremista. Até mereciam melhor sorte, mas ajudaram a terminar um primeiro tempo muito bom: foram sete finalizações e 50% de posse de bola para cada lado.

Apesar de uma leve queda, o segundo tempo foi igualmente movimentado. O Grêmio usou a mesma tática de pressionar nos primeiros minutos. Só não marcou pois Rafael fez grande defesa em chute de Escudero.

O Santos reclamou de pênalti em Rentería e o Grêmio, em Julio Cesar. Victor ainda teve sorte em cabeçada desviada de Alan Kardec. E o artilheiro do campeonato Borges, com 19 gols, ao reencontrar o Grêmio, nada fez. Só ganhou vaias da torcida. No fim, vitória gremista por 1 a 0.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 1 X 0 SANTOS

Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Data: 5 de outubro de 2011, quarta-feira
Horário : 20h30min (de Brasília)
Árbitro : Pablo dos Santos Alves
Auxiliares: Rodrigo Pereira Joia e Fabiano da Silva Ramires
Cartões amarelos: Julio Cesar, Escudero, Douglas (Grêmio) e Borges, Ibson, Léo, Danilo, Arouca, Edu Dracena(Santos)
Público: 26.020 (21.102 pagantes)
Renda: R$ 414.117,00

Gol:
Grêmio: Brandão, aos nove minutos do primeiro tempo

GRÊMIO: Victor; Mário, Edcarlos, Rafael Marques e Julio Cesar; Fábio Rochemback, Fernando, Marquinhos (Gilberto Silva), Escudero (Miralles) e Douglas; Brandão (André Lima).
Técnico: Celso Roth

SANTOS: Rafael; Danilo, Edu Dracena, Durval e Léo; Adriano, Arouca, Ibson (Rentería) e Elano (Henrique); Alan Kardec e Borges.
Técnico: Muricy Ramalho

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.