Tamanho do texto

Vice de futebol Alberto Guerra avisou que pretende dar premiação apenas aos atletas do Grêmio em caso de vaga na Libertadores

A vitória de 2 a 0 sobre o Goiás no Serra Dourada manteve vivo no Grêmio o sonho de chegar à Libertadores do ano que vem. A cinco rodadas do fim do campeonato, o time gaúcho mantém-se quatro pontos atrás do Botafogo, último integrante do G4 neste momento. Levantada pelos repórteres a hipótese de concessão de premiação em dinheiro como forma de incentivo aos adversários do clube carioca, a chamada "mala branca", o assunto dividiu opiniões.

O técnico Renato Gaúcho considerou a prática "normal", não descartando esta possibilidade. No entanto, o centroavante André Lima considerou o método ultrapassado: "vamos buscar sempre as vitórias e só depois secar o Botafogo. Fazendo o dever de casa a gente vai longe", entende o camisa 9, autor do primeiro gol gremista em Goiânia. O vice de futebol Alberto Guerra avisou que pretende dar premiação apenas aos atletas do Grêmio em caso de vaga: "prefiro dar para os meus aqui", resumiu.

Nas cinco rodadas finais, o Botafogo enfrenta o Avaí, candidato ao rebaixamento; o Ceará, que pouco tem a fazer no campeonato; o Inter, rival gremista; e o Grêmio Prudente, possivelmente já rebaixado, na penúltima rodada. Caso o Grêmio consiga tirar um ponto dos cariocas nestas quatro próximas rodadas (enfrentará Ceará, Santos, Atlético-PR e Guarani no período), precisaria de uma vitória simples sobre o próprio Botafogo no Olímpico, na última rodada, para se classificar. E, claro, secar o São Paulo, que, a exemplo do time gaúcho, vem crescendo na tabela do Brasileirão.

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.