Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Grêmio melhora finalizações, mas ainda é último em dribles

Treinos de Julinho Camargo só evoluíram em um de quatro quesitos ofensivos

Hector Werlang, iG Porto Alegre |

Gazeta Press
Julinho Camargo tem dificuldade em melhorar produção do Grêmio
O empate com o América-MG mostrou pouca evolução na maior dificuldade do Grêmio no Brasileirão. De quatro quesitos ofensivos, o time de Julinho Camargo melhorou em apenas um: a quantidade de finalizações. Os números são do Footstats e estão disponíveis no aplicativo iG Esporte para iPhone e iPad.

Entre para a Torcida Virtual do Grêmio e convide seus amigos

Twitter iG Grêmio: Notícias e comentários em tempo real

São, agora, 57 conclusões ao gol adversário em 11 jogos, ou seja, uma média de 5,2 por partida, o que equivale o 13º melhor aproveitamento entre 20 equipes – era o 15º antes da rodada. Posse de bola e quantidade de dribles mantiveram-se estáveis. São 13 minutos e 35 segundos em média (15º lugar) e 85 lances em que um gremista superou o adversário (última posição).

Tenha as estatísticas no seu iPhone e faça comparações entre times e jogadores

Tudo isto interferiu na quantidade de gols marcados. Com 12, o ataque gremista caiu uma posição. Agora é 13º mais efetivo. E é reflexo da pioridade dada pelo treinador os treinos de posicionamento defensivo.

A próxima chance de melhorar o desempenho é contra o Flamengo, sábado, às 18h30min, no Rio de Janeiro. Antes, o Grêmio treina na manhã desta sexta-feira no Olímpico.
 

Leia tudo sobre: grêmiobrasileirão 2011ataque

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG