Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Grêmio faz jus ao apelido de imortal, afirma Diego Clementino

Depois de um começo que deixou o time desacreditado, mostramos muito poder de reação, afirmou o atacante

Gazeta Esportiva |

O atacante Diego Clementino não precisou de dois meses no Grêmio para cair nas graças da torcida. Desde sua estreia, na vitória por 4 a 2 sobre o São Paulo, em 29 de setembro, o jogador tem se notabilizado por marcar gols no final das partidas, sempre após entrar no segundo tempo do jogo. Já foram quatro: além do gol sobre o time do Morumbi, marcou na goleada sobre o Vitória em Salvador, contra o Goiás no Serra Dourada e no último sábado, diante do Atlético-PR, no Olímpico.

A média de Diego é invejável: os quatro gols foram marcados em apenas 147 minutos em que esteve em campo, o equivalente a um gol a cada 37 minutos (quase dois e meio por partida). Envergando a lendária camisa 16 do Grêmio, utilizada por Jardel na Libertadores de 1995, Clementino destaca a força do time gaúcho para sair da zona de rebaixamento e chegar ao G4 em 19 rodadas.

"A fase de todo o grupo é abençoada. Estão todos jogando bem e fazendo um papel muito bonito nesse campeonato. Depois de um começo que deixou o time desacreditado, com muitos falando até de rebaixamento, mostramos muito poder de reação e o porquê de o clube ser chamado de imortal. Não desistimos em momento nenhum e não será agora que isso acontecerá".

O talismã gremista pede respeito ao Guarani, próximo adversário do time gaúcho: "Precisaremos de muita atenção e será complicado, principalmente por jogarmos fora de casa. As posições dos times na tabela não entram em campo e, muitas vezes, é mais difícil enfrentar quem está lá em baixo do os times da metade de cima da classificação. Será o jogo do ano para eles e para nosso time também".

Com contrato até o ano que vem, Diego Clementino revelou, após a vitória sobre o Atlético-PR, ficar emocionado com o apoio dos torcedores e com a vibração das arquibancadas do Olímpico cada vez que o técnico Renato Gaúcho o chama para entrar no jogo.

Leia tudo sobre: campeonato brasileirogrêmio

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG