Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Grêmio espera rival fechado na quinta pela Libertadores

Time de Renato Gaúcho precisa de combinação improvável para ser primeiro do Grupo 2

Hector Werlang, iG Porto Alegre |

Nos quatros jogos disputado na Libertadores, o Grêmio teve mais dificuldades contra o Junior, ao perder por 2 a 1, na Colômbia. Apesar de sair ganhado, o time de Renato Gaúcho foi pressionado até ceder a virada. Nesta quinta-feira, na partida de volta, no Olímpico, os gremistas não projetam facilidades, porém, um rival diferente: retrancado.

"Não acredito que eles vão jogar abertos. Não será fácil. Temos que ir pelos lados, pelo meio, procurar uma falha para encontrar o gol", disse o lateral-direito Gabriel.

Adilson definiu: o Junior foi a equipe que mais complicou o time de Renato Gaúcho. O volante disse que o apoio da torcida será fundamental para vencer e continuar na disputa pela improvável primeira colocação do Grupo 2.

Com quatro vitórias em quatro jogos, o time colombiano soma 12 pontos. O Grêmio tem sete. Precisa vencer na quinta e o Oriente Petrolero, na Bolívia, na última rodada, e torcer para o Junior perder também para o León, em casa, na última rodada.

"É difícil, mas temos de fazer a nossa parte", reconheceu Gabriel.

A esperança gremista é que a má fase do Junior no Nacional contamine a boa campanha na Libertadores. Em 18 jogos, venceu somente dois e ocupa a 14ª posição entre 18 equipes.
 

Leia tudo sobre: grêmiocopa libertadores 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG