Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Grêmio empata com Atlético-GO, mas se classifica à Sul-Americana

Igualdade em 2 a 2 gerou vaias da torcida e gritos de “burro” e "adeus" ao técnico Celso Roth

Hector Werlang, iG Porto Alegre |

null

 

Valeu só pela classificação à Sul-Americana. Na despedida da torcida em 2011, o Grêmio não conseguiu apagar a imagem das más atuações na reta final do Brasileirão. Voltou a jogar mal e cedeu empate em 2 a 2 com o Atlético-GO aos 39 minutos do segundo tempo

Twitter iG Grêmio: Notícias e comentários em tempo real

O resultado, que ampliou o jejum de vitórias para cinco partidas, parece ter feito a torcida perder a paciência com Celso Roth. Vaias ao time, gritos de “burro” e de "adeus Roth" foram a manifestação ao fim do duelo.

Confira a classificação e os próximos jogos do Brasileirão

Agora, após o "pêmio de consolação", a última rodada não terá nenhuma importância para o Grêmio a não ser prejudicar o Internacional na luta por vaga à Libertadores. O clássico será no dia 4, no Beira-Rio. O América-MG é o rival do Atlético-GO, que ainda disputa o direito de ir à Sul-Americana.

O jogo

Não fosse o calor dos 32ºC e a beleza da auxiliar Carolina Romanholi seria possível dormir no Olímpico. Nada mais chamou mais a atenção. Nem mesmo o gol de Anselmo, o único da primeira etapa.

Isto porque ele aconteceu, aos 24 minutos, no lance seguinte à parada para hidratação dos jogadores. Ou seja, muitos dos poucos torcedores presentes nem viram o atacante receber nas costas de Rafael Marques e desviar na saída de Victor.

Antes e depois a partida se resumiu a apatia, falta de velocidade e erros de toda ordem: posicionamento, passes, dribles, finalizações. Neste panorama, dois chutes de Escudero, por cima do gol de Mário, é verdade, merecerem registro.

O segundo tempo parecia ser uma repetição dos 45 minutos iniciais. Com uma improvisação dupla, o Grêmio estava perdido. Mário, que havia começado como lateral, e virado zagueiro, com a entrada de Gabriel e saída de Rafael Marques, passou a ser volante – Vilson acabou recuado para a defesa.

As mudanças, embora a manutenção do esquema 4-2-3-1, não surtiram efeito. A lentidão e a falta de força ofensiva permaneceram. Até dois gols relâmpagos mudarem o destino da partida.

Marquinhos descobriu Willian Magrão livre na área. O volante bateu cruzado e empatou. Eram dez minutos. Na saída de bola, o Atlético errou um passe. André Lima girou sobre um zagueiro, passou para Mário e este cruzou: Marquinhos só completou e virou para 2 a 1. Um minuto depois.

E quando parecia que tudo estava encaminhado para o Grêmio, o Atlético-GO empatou aos 39 minutos com Anderson em falha de Victor. O goleiro não segurou cruzamento e, no rebote, o Dragão igualou.

Foi o começo para as manifestações da torcida...

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 2 X 2 ATLÉTICO-GO

Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Data: 27 de novembro de 2011, domingo
Horário: 17h (de Brasília)
Árbitro: Francisco Assis Almeida Filho
Auxiliares: Arnaldo Rodrigues e Carolina Romanholi
Cartões amarelos: Willian Magrão, Adilson (Grêmio) e Joilson (Atlético-GO)
Público: 7.493 (4.728 pagantes)
Renda: R$ 75.862,00

Gols:

Atlético-GO: Anselmo, aos 24 minutos do primeiro tempo. Anderson, aos 39 minutos do segundo tempo.

Grêmio: Willian Magrão, aos 10, e Marquinhos, aos 11 minutos do segundo tempo

GRÊMIO: Victor; Mário, Saimon, Rafael Marques (Gabriel) e Julio Cesar; Vilson, Willian Magrão, Marquinhos (Adilson), Douglas e Escudero; André Lima. Técnico: Celso Roth.

ATLÉTICO-GO: Márcio, Rafael Cruz, Gilson, Anderson e Thiago Feltri; Pituca, Ernandes (Diogo Campos), Bida e Joilson (Vitor Junior); Felipe (Juninho) e Anselmo. Técnico: Hélio dos Anjos.

Entre para a Torcida Virtual e convide seus amigos

Leia tudo sobre: grêmiobrasileirão 2011atlético-go

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG