Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Grêmio descarta aumentar proposta ou pagar multa por Ronaldinho

Presidente Paulo Odone diz que time não negociará com Milan nem entrará em leilão com Flamengo e Palmeiras

Gazeta Esportiva |

Segundo o presidente do Grêmio, Paulo Odone, o clube gaúcho já ofereceu o máximo que poderia ao meia Ronaldinho Gaúcho, do Milan (ITA), que negocia seu retorno ao Brasil. Com a concorrência de Flamengo e Palmeiras, o mandatário descarta entrar em leilão pelo armador.

Odone também afirmou que não vai pagar o valor de oito milhões de euros, aproximadamente R$ 17 milhões, que o rossonero pede pela liberação de Ronaldinho antes do final de seu contrato, em junho de 2011.

"Não vamos além do que acertamos com ele. Não vamos negociar com o Milan. Ele disse que resolveria com o Milan. Já estamos oferecendo muito pelo jogador. Quando negociamos, em nenhum momento cogitamos pagar ao Milan. O Grêmio não irá entrar em leilão", prometeu ao portal Clic RBS.

A proposta gremista é de R$ 300 mil mensais, mais uma porcentagem sobre a exploração da imagem do jogador, levando a cifra a R$ 1 milhão. O Flamengo ofereceu 30 meses de contrato a R$ 1 milhão, mais R$ 500 mil em contratos de marketing. O Palmeiras tenta convencer o jogador com um salário de R$ 1,3 milhão.

 

 

 

Leia tudo sobre: futebolgrêmioflamengomilanpalmeirasfutebol mundial

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG