Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Grêmio derrota Botafogo, e está a um passo da Libertadores

André Lima, Jonas e Douglas garantiram o 3 a 0 e, agora, os gremistas torcem contra o Goiás na Sul-Americana

iG São Paulo |

Agora é só secar o Goiás. Com grande atuação do seu ataque, o mais positivo do Brasileirão com 68 gols em 28 jogos, o Grêmio derrotou o Botafogo por 3 a 0, neste domingo, no Olímpico, conquistou o quarto lugar do campeonato e ficou a um passo de disputar a próxima Libertadores. André Lima, Jonas e Douglas marcaram na ensolarada tarde em Porto Alegre.

Na quarta-feira, em Avellaneda, a torcida gremista torcerá para o Independiente reverter a desvantagem de ter perdido o primeiro jogo da final da Sul-Americana por 2 a 0. O Goiás fica com a última vaga brasileira caso seja o campeão.

O Botafogo, agora, entra em férias e começa a planejar a temporada 2011. No primeiro semestre, vai se dedicar ao Campeonato Carioca e à Copa do Brasil.

O jogo
Com três zagueiros e três volantes, Lucas Zen atuou na vaga do meia Lúcio Flávio, o técnico Joel Santana errou ao planejar a partida. Optou por uma escalação defensiva mesmo precisando vencer para ficar na quarta colocação. Resultado: logo nos dois primeiros minutos o Grêmio perdeu duas oportunidades, em cabeçadas de Jonas e Rafael Marques.

As intensas trocas de passes gremista deixaram o time carioca perdido em campo. Pior fez Joel, que ao reclamar do árbitro Sandro Meira Ricci, foi expulso aos 13 minutos. O treinador queria Fahel de volta ao campo, apesar de o atleta estar com a camiseta rasgada. Após muito bate-boca, a partida foi reiniciada após três minutos de paralisação.

A superioridade gremista, então, resultou em gol aos 20 minutos. Jonas bateu de fora da área, Jefferson espalmou para frente e André Lima aproveitou o rebote. Foi o 11º gol dele no torneio.

O Botafogo não conseguiu reagir. As jogadas ofensivas se resumiam a cruzamentos para área, buscando Loco Abreu. Na única trama mais perigosa, Fahel serviu o atacante argentino que bateu de primeira para boa defesa de Victor.

Foi quando Jonas, o artilheiro do campeonato, fez o seu 23º gol. Após boa tabela com André Lima, chutou da entrada da área, a bola bateu na trave e entrou. Eram 38 minutos. Na comemoração, deu um abraço em Renato. Jonas, agora, tem 75 gols na história pelo Grêmio, um a mais do que o atual chefe.

No segundo tempo, apesar da entrada de Edno, o Botafogo não conseguiu melhorar a produção ofensiva. Levou azar ao sofrer o terceiro gol aos oito minutos, quando errou uma saída de jogada. André Lima serviu Douglas, que tocou para a rede.

O Botafogo ainda teve uma bola na trave, aos 28, em chute de Antônio Carlos. Foi muito pouco para impedir a goleada gremista. Ao final do jogo, Renato Gaúcho reuniu todos os jogadores no meio do campo e comandou um agradecimento à torcida. A galera enlouqueceu: Renato!, Renato!, Renato!

FICHA TÉCNICA - GRÊMIO 3 X 0 BOTAFOGO

Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Data: 5 de dezembro, domingo
Horário: 17h (de Brasília)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (DF)
Auxiliares: Marcio Eustáquio Sousa Santiago (MG) e Marrubson Melo Freitas (DF)
Renda: R$ 949.795,50
Público: 45.420 (41.457 pagantes)
Cartões amarelos: Fábio Rochemback, Douglas, Jonas, Adilson (Grêmio) e Lucas Zen (Botafogo).

GOLS: Grêmio: André Lima, aos 20 minutos, Jonas, aos 38 minutos, do primeiro tempo. Douglas, aos 8 minutos do segundo tempo.

GRÊMIO: Victor; Gabriel, Paulão, Rafael Marques e Fábio Santos; Adilson, Fábio Rochemback (Neuton), Lúcio (Gilson) e Douglas; Jonas e André Lima. Técnico: Renato Gaúcho.

BOTAFOGO: Jefferson; Antônio Carlos, Leandro Guerreiro e Danny Morais (Herrera); Alessandro, Lucas Zen (Edno), Fahel, Somália e Marcelo Cordeiro; Caio (Túlio Souza) e Loco Abreu. Técnico: Joel Santana

Leia tudo sobre: futebol

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG