Sérgio Soares se revoltou com sergipano Antônio Hora Filho, que anulou gol de Pedrão aos 43 minutos do 2º

Os jogadores e o técnico do Grêmio Barueri ainda não assimilaram a derrota da terça-feira à noite frente ao Sport Recife , no estádio da Ilha do Retiro, por 1 a 0.

Na saída de campo, Sérgio Soares se revoltou com a arbitragem do sergipano Antônio Hora Filho, que anulou um gol de Pedrão, aos 43 minutos do segundo tempo. O treinador invadiu o gramado e empurrou o escudo do policial que protegia o árbitro, vindo a provocar um início de tumulto.

Em entrevista, os jogadores do Grêmio Barueri também viram a derrota do time como injusta e lamentaram a interpretação da arbitragem. O volante Anderson Pedra, que jogou os 90 minutos do duelo em Pernambuco, mostrou chateação: "Não merecíamos essa derrota. Foi um jogo atípico e um erro como esse do árbitro no fim prejudica todo um trabalho realizado. É lamentável, mas vamos continuar fortes", disse.

Agora, o Grêmio Barueri terá dez dias para se preparar para o próximo confronto, válido pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. No dia 11 de junho, sábado, o time vai em busca da segunda vitória na competição. Ocupando a 10ª posição, com 3 pontos, o adversário é a Portuguesa, na Arena Barueri.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.