Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Grêmio anuncia venda de zagueiro Paulão a time chinês

Depois de conversar com Renato Gaúcho, jogador foi retirado da concentração para enfrentar o León

Hector Werlang, iG Porto Alegre |

AP
Paulão (E) atuou em 24 jogos e não marcou gol pelo Grêmio
O que era uma possibilidade virou realidade na tarde desta quarta-feira. O Grêmio anunciou a venda do zagueiro Paulão ao Evergrande Guangzhou, da China. O jogador foi retirado da concentração da partida contra o León, quinta-feira, pela Libertadores, afinal, irá se apresentar ao novo clube no domingo.

A oficialização da saída do jogador teve ares de trapalhada. Foi o volante Fábio Rochemback quem confirmou o negócio. Durante a sua entrevista, ao ser perguntado sobre o que mudaria na equipe com a entrada de Rafael Marques, o capitão do time não titubeou:

"Nada. É obvio. Já que ele foi vendido é preciso dar sequência ao Rafa".

Os repórteres ficaram surpresos, a coletiva transcorreu normalmente e em seguida a direção oficializou: Paulão não é mais jogador do Grêmio.

"É uma proposta irrecusável", definiu o assessor de futebol César Cidade Dias.

Especula-se que a proposta tenha sido de US$ 2 milhões (R$ 3,3 milhões). O Grêmio fica com 50% deste valor e o Prudente com a outra metade – esta era a divisão dos direitos econômicos.

A venda explica o motivo da ausência do atleta no treino de terça-feira. Paulão foi a São Paulo para conversar com os dirigentes do Prudente. Contratado por empréstimo em agosto do ano passado, o atleta disputou 24 jogos, não marcou nenhum gol e conquistou a a admiração da torcida.

José Simões, assessor de futebol, descartou a necessidade de contratar um novo defensor. Citou Vilson (lesionado), Neuton e Saimon (fora da lista da Libertadores) como alternativas. Mário é zagueiro de origem, porém, Renato o prefere como lateral-direito.

Leia tudo sobre: grêmiopaulão

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG