Desnivelamento no campo e temperatura perto de 40º C são desvantagem para o Botafogo, segundo Oswaldo Oliveira

selo

O Botafogo busca neste domingo contra o Nova Iguaçu, a partir das 17 horas, a sua segunda vitória no Campeonato Carioca. Após a boa estreia, com os 3 a 1 sobre o Resende, no Engenhão, os botafoguenses vão ter de enfrentar agora o calor e o gramado do Estádio Moça Bonita, em Bangu, na zona oeste do Rio.

Leia mais: Rojas critica Bota e diz que "ficaram com medo de contratá-lo"

O técnico Oswaldo de Oliveira aprovou a estreia do Botafogo na temporada, mas quer mais. "Fortaleci o que fizemos de bom na estreia e tentei corrigir os erros", disse o comandante. Ele afirmou ter duas preocupações para o jogo deste domingo: o horário (devido ao forte calor que deve fazer) e o estado do gramado em Moça Bonita.

"Vi o jogo do Fluminense (no último sábado em Moça Bonita) e não me pareceu tão ruim. Não sei como vai estar. A informação que tenho é que havia uma mistura de gramas no campo, e isso dá um certo desnivelamento", disse Oswaldo de Oliveira. "Quem gosta de ir tocando, como o time do Botafogo, leva desvantagem. Isso me preocupa um pouco."

Como estava sem reservas para a zaga - o recém-contratado Brinner e o jovem Matheus estão lesionados -, Oswaldo de Oliveira teve de promover o zagueiro Dória, de apenas 17 anos, que estava nas categorias de base do clube. O jovem atleta, no entanto, deve ficar no banco neste domingo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.