Além de nivelamento, clube está fechando contrato para compra de uma máquina de luz artificial

Gramado do Engenhão passa por revitalização
Divulgação
Gramado do Engenhão passa por revitalização
Em 2011 ele foi castigado por jogos, competições e shows, mas principalmente pela língua afiada de jogadores e treinadores. Com 102 jogos oficiais durante o ano, o gramado do Engenhão foi alvo de reclamações de adversários e até de jogadores do Botafogo, clube que administra o estádio. Por isso, uma revitalização já está sendo realizada para que a grama suporte a maratona de jogos da próxima temporada.

Mercado da Bola: Veja quem seu time já contratou para a próxima temporada

"Realizamos três ações principais no gramado logo após o final do Brasileirão. O nivelamento, porque tivemos muitos shows e isso deixou algumas áreas do gramado desniveladas, mais baixas. O corte vertical, que é tirar o excesso da grama e o colchão de palha morta que acumula. E por fim vem a descompactação, que é feita com máquinas. Agora estamos na fase de adubação e irrigação", explicou o engenheiro agrônomo Artur Melo, responsável pela manutenção do gramado.

Leia mais: Bota espera retorno do Inter por Andrezinho. Alessandro deve sair

Outra novidade para 2012 será a utilização da máquina de iluminação artificial. O Botafogo negocia os últimos detalhes para a compra do equipamento com uma empresa holandesa. A máquina deve chegar ao Brasil em março do ano que vem. Pela cobertura do estádio, o gramado recebe pouca iluminação no inverno, o que prejudica a sua boa conservação. 

"O Botafogo e uma das patrocinadoras do estádio, a Brahma, estão praticamente finalizando a compra da máquina. Realmente só falta a assinatura. Será de uma utilidade muito grande, terá um papel muito importante para a manutenção do gramado" disse Melo.

Leia mais: Contratação de Tanaka é complicada e negociação de Cortês esfria

As mudanças, porém, não devem fazer com que o Botafogo mande partidas em outro estádio no começo da próxima temporada. A expectativa é de que o gramado esteja pronto para o dia 21 de janeiro, quando o clube estreia no Carioca contra o Resende. Além disso, a diretoria da equipe carioca entrou em contato com a Federação de Futebol do Rio de Janeiro para diminuir o número de partidas no estádio, principalmente as rodadas duplas.

Veja também: Apesar de fim de ano ruim, base titular do Botafogo será mantida

"A gente trabalha com o mesmo número de jogos, pois não sabemos se vamos conseguir diminuir o número de partidas. Fiz um laudo que foi enviado para a federação pedindo principalmente o fim das rodadas duplas. Neste ano tínhamos dois jogos no sábado e dois no domingo. De qualquer maneira estamos preparados para o pior cenário. A chance de o gramado estar pronto para o primeiro jogo do Carioca é muito grande, só não posso dar 100% porque se trata de um agente natural", declarou Melo.

No final de 2009, todo gramado foi trocado, mudando o tipo de grama para a 'bermuda celebration'. Já em 2010, apenas o corte vertical, a descompactação e a adubação foram realizadas, já que não existia a necessidade da nivelação.

Entre para a Torcida Virtual do Botafogo e comente a melhora no gramado do Engenhão

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.