Principal público-alvo seriam as crianças e escolas. Secretaria de Grandes Eventos conta com apoio da Fifa para mobilizar atletas

Messi e Cristiano Ronaldo, maiores jogadores da atualidade, são sonhos de Luiz Cruz
Getty Images
Messi e Cristiano Ronaldo, maiores jogadores da atualidade, são sonhos de Luiz Cruz
A Secretaria Extraordinária de Grandes Eventos, do governo federal , acertou uma parceria com a Unicri (Instituto das Nações Unidas de Pesquisa da Criminalidade Inter-regional e Justiça) e a OEA (Organização dos Estados Americanos) para lançar uma campanha nacional antiterrorismo com vistas à Copa do Mundo de 2014 e aos Jogos Olímpicos de 2016.

Leia também: Brasil veta álcool na Copa, e muçulmano Catar pode liberar em 2022

De acordo com o secretário de Grandes Eventos, delegado da Polícia Federal Luiz Cruz, a Fifa tem interesse em ajudar na divulgação da campanha, o que pode facilitar a entrada de grandes astros do futebol mundial. O sonho de Cruz é poder contar com craques como o argentino Lionel Messi e o português Cristiano Ronaldo.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

A estratégia seria abrangente e envolveria filmes publicitários exibidos na TV e no rádio, cartilhas a serem distribuídas pelo País e a orientação de estudantes nas escolas brasileiras. As crianças seriam o principal alvo, porque a secretaria acredita que elas têm o poder de também mobilizar seus pais. “Os brasileiros se identificam muito com Cristiano Ronaldo e Messi, estrelas do futebol. A FIFA poderia nos apoiar assim. Seria ótimo poder contar com eles”, afirmou Cruz.

Encontro em Brasília: Pelé participa de reunião com Dilma e Blatter sobre Copa

O acordo foi fechado em Doha, Catar, durante a 2ª Conferência Internacional de Segurança no Esporte. Embora o terrorismo não seja o foco principal da segurança durante a Copa e as Olimpíadas, como o iG revelou nesta quinta, a iniciativa demonstra que o governo federal também está atento à questão – um debate ainda incipiente no Brasil.

* O repórter Raphael Gomide viaja a convite do ICSS (International Centre for Sport Security)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.