Vascaíno assumido, político ajudou o ex-jogador a derrotar Eurico Miranda nas eleições de 2008

Vascaíno assumido, o governador do Rio, Sérgio Cabral Filho, não deixou de levar seu apoio a Roberto Dinamite na eleição presidencial do Vasco. Às 15h30,  ele pousou de helicóptero no gramado de São Januário. Acompanhado por assessores, se dirigiu até o ginásio do clube para votar no candidato de situação para o triênio 2011/12/13. Na saída, levou uma camisa do goleiro Fernando Prass, pedido do ex-presidente Lula.

Entre para a Torcida Virtual do Vasco e convide seus amigos

Em 2008, Cabral foi um dos responsáveis pela vitória de Roberto sobre Eurico Miranda, pondo fim a uma dinastia de quase quatro décadas do ex-dirigente. Na ocasião, corria a eleição que havia sido anulada por fraude em 2006, e o político se colocou à disposição do ex-atacante, oferecendo proteção e segurança para a lisura do pleito.

Sérgio Cabral com Roberto Dinamite e o ex-presidente Antônio Soares Calçada
Hilton Mattos
Sérgio Cabral com Roberto Dinamite e o ex-presidente Antônio Soares Calçada
A eleição naquela oportunidade saiu de São Januário e foi para a sede do Calabouço, no Centro do Rio, onde havia menos risco de manobra do ex-presidente para novas fraudes.

"Eu sei exatamente as condições que o Roberto assumiu o Vasco há três anos. O que ele fez aqui foi uma verdadeira UPP. Encontrou um clube sem credibilidade, sem prestígio, e com a sua coragem e sua imagem de ídolo conseguiu fazer o Vasco voltar a ser campeão. Jamais deixei de apoiá-lo, sempre apostei no seu carisma", declarou o governador. "Roberto reconstruiu o Vasco, espero que tenha uma administração ainda melhor nos próximos três anos", completou Cabral.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.