Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Gomes é sedado e permanece com tubo respiratório

Ao reconhecer as pessoas, técnico do Vasco se emociona e médicos restringem visitas aos familiares

Hilton Mattos, iG Rio de Janeiro |

Os médicos do Hospital Pasteur, onde Ricardo Gomes está internado no Rio de Janeiro, decidiram alterar a programação prevista para esta sexta-feira no tratamento do técnico do Vasco . A princípio, o aparelho respiratório que seria retirado foi mantido, já que na noite de quinta o paciente apresentou um quadro de agitação e precisou ser necessariamente sedado. Ricardo Gomes está internado desde domingo, após sofrer AVC hemorrágico durante o clássico com o Flamengo .

Futura Press
Ricardo Gomes passa mal no Engenhão e recebe atendimento médico
Nas últimas 24 horas, Gomes foi submetido a uma tomografia computadorizada. Seu estado de saúde segue estável, sem evidências de complicação, o cateter cerebral foi retirado, mas as visitas foram suspensas – apenas os familiares têm acesso à Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).

Por causa da agitação, o horário de entrada no leito do treinador também voltou a ser controlado. Com a melhora do paciente, na quinta-feira a visita foi praticamente liberada. Além dos filhos Diego e Carol e da mulher Claudia, Romário, Alecsandro, Cristóvão Borges e o presidente Roberto Dinamite entraram na UTI em horários variados .

Romário chegou a se emocionar ao ver o ex-campanheiro de seleção brasileira. Na medida em que Ricardo Gomes reconhecia as pessoas, queria abraçar e tocar, daí a agitação. Com isso, os médicos acharam prudente sedá-lo e diminuir o acesso e o horário da visita.

“Conversei com a família. O momento é de o Ricardo ter paz, descansar e se recuperar bem. Todos nós temos que entender isso e fazer o melhor para que ele possa estar bem”, disse Roberto Dinamite.

A agitação de Gomes não significa uma piora em seu quadro clínico. Como ficou em coma induzido por três dias, na retirada dos aparelhos sua inquietação já era esperada. Assim, por conta dos medicamentos para acalmá-lo, ele continua com o tubo traqueal, em ventilação mecânica, pelo menos por mais 24 horas. Não há previsão de alta da UTI.
 

Leia tudo sobre: Vasco da GamaRicardo Gomes

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG