Tamanho do texto

Em casa, clube inglês precisa reverter desvantagem de quatro gols para avançar às semifinais da Liga dos Campões

Reuters
Gomes, goleiro do Tottenham, sofreu na partida de ida contra o Real Madrid: 4 a 0
Tirar uma diferença de quatro gols. A missão é bastante difícil, mas não impossível para o goleiro Gomes , do Tottenham, que perdeu a primeira partida da fase quartas de final da Liga dos Campeões para o Real Madrid por 4 a 0, na Espanha. Disputando o jogo de volta na Inglaterra nesta quarta-feira, o arqueiro brasileiro acredita que o fator sorte pode ser determinante para a recuperação do time londrino.

Gomes lembrou sua passagem pelo PSV, da Holanda, para garantir ser possível uma virada sobre o time merengue. Na ocasião, a temporada 2006/2007 do campeonato doméstico, o time de Eindhoven precisou se superar na última partida para faturar a taça, e o conseguiu na bacia das almas.

"Recebemos em casa o Vitesse no último dia da temporada. Tínhamos que vencer por quatro gols para ser campeões e conseguimos, vencemos por 5 a 1. Eles diziam que não tínhamos opções porque o Ajax jogava em casa e levava vantagem na tabela, de um gol de diferença. Eles chegaram a ganhar por 2 a 0, mas não foi suficiente", vangloriou-se o goleiro brasileiro, em entrevista ao site oficial do Spurs .

Gomes afirmou, ainda, que a vitória do Tottenham durante o final de semana, contra o Stoke City por 3 a 2, demonstrou a força da torcida, que deve continuar a apoiar o time. "Precisamos dos torcedores mais do que nunca. No sábado eles demonstraram o quão importante são e podem nos dar um empurrão", afirmou o ex-goleiro do Cruzeiro e da seleção brasileira, que deu a receita para um possível triunfo do time inglês sobre a equipe espanhola. "Demonstramos muito caráter anteriormente para sair de situações difíceis. Pensaremos em vencer a partida. Precisamos pressioná-los do começo ao fim".

O Tottenham precisa vencer o Real Madrid por cinco gols de diferença para assegurar sua vaga nas semifinais da Liga dos Campeões. Se ganhar por 4 a 0, a partida vai para a prorrogação.