Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Goleiro que levou último gol de Ronaldo diz que não fica marcado

Fábio, do Cruzeiro, exalta cobrança de pênalti do Fenômeno e elogia boa convivência na seleção brasileira

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

Coube ao cruzeirense Fábio o papel do goleiro que levou o último gol de Ronaldo como jogador profissional. No dia 13 de novembro do ano passado, no Pacaembu, o Fenômeno converteu pênalti duvidoso sofrido por ele próprio e o Corinthians bateu o Cruzeiro por 1 a 0, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Nesta segunda-feira, após o anúncio da aposentadoria de Ronaldo, Fábio preferiu minimizar o fato. “Para mim, não marca nada ter sofrido o último gol do Ronaldo. Não é demérito nenhum. Tentei evitar, mas temos que ressaltar a qualidade do adversário. Difícil seria ter sofrido gol de um ‘pé de alface’. A marca fica para ele, e não para mim. Será um gol que ele terá sempre na memória”, afirmou.

Fábio preferiu exaltar o fato de já ter participado com Ronaldo de convocações para a seleção brasileira. “Tive muitas alegrias de participar de convocações da seleção com ele. Pude ver de perto aquele potencial e o Ronaldo parecia um menino na seleção. Como adversário, também, sempre nos respeitou.”
 

Leia tudo sobre: CruzeiroCorinthiansRonaldo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG