Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Goleiro presta depoimento pela agressão em Barão de Cocais

Gustavo, do Sport, desferiu uma voadora em Elivelton, do Vasco, e será indiciado por tentativa de homicídio

Frederico Machado, iG Belo Horizonte* |

O goleiro Gustavo, do Sport, prestou depoimento na manhã dessa quarta-feira na delegacia de Barão de Cocais, em Minas Gerais. O jogador foi ouvido pelo delegado Paulo Tavares Neto sobre a voadora que desferiu em Elivelton, do Vasco, durante um jogo da Taça BH de Futebol Júnior, disputado na mesma cidade.

Gustavo chegou à delegacia acompanhado de mais três colegas de time que foram citados no Boletim de Ocorrência, além do supervisor do clube pernambucano, Carlos José de Araújo e do médico do clube, Leocádio Soares. Assim como o coordenador da base do Sport, Marcos Amaral, adiantou ao iG em entrevista na noite da última terça-feira, o clube pernambucano contratou dois advogados para a defesa do atleta:  Silvane Coutinho e John Cunha. O Sport ainda disponibilizará acompanhamento psicológico ao jogador quando ele voltar a Recife.

O delegado Paulo Tavares Neto confirmou que irá indiciar Gustavo por tentativa de homicídio duplamente qualificado por motivo fútil e que impossibilitou a defesa da vítima. Se for condenado, o jogador pode pegar uma pena de 12 a 30 anos de prisão, com previsão de diminuição de um terço por se tratar de uma tentativa. O jogador Elivelton, que foi agredido, acabou perdoando Gustavo pela agressão.

Mais informações em breve

Leia tudo sobre: Atlético-MGBrasileirão 2011Werley

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG