Goleiro ficou irritado com postura de Mauro Fernandes no amistoso contra o Botafogo, no último sábado

O empate no amistoso entre Botafogo e América-MG, no último sábado, em Juiz de Fora , ficou mais marcado por uma situação inusitada que pelo placar de 1 a 1. Expulso logo aos 15 minutos do primeiro tempo, o goleiro Jefferson , do clube carioca, tentou convencer o árbitro Emerson de Almeida Ferreira a autorizar a substituição dele pelo goleiro reserva Renan , mesmo após a aplicação do cartão vermelho. Com a recusa do juiz, o atacante Alex teve que deixar a partida para a entrada do outro arqueiro.

Siga o iG Botafogo no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Porém, a irritação do goleiro Jefferson teve outro alvo, além do árbitro mineiro: o técnico do América-MG, Mauro Fernandes . Segundo o jogador do Botafogo, o comandante da equipe adversária havia concordado com a troca de um goleiro por outro, para manter a partida equilibrada, mas depois mudou o discurso na entrevista coletiva.

"Eu só estava dizendo para o árbitro que eu poderia sair e o Renan entrar, sem deixar um jogador a menos. E eles falando que não, que a regra era clara, que não teria como substituir um jogador expulso. Até mesmo o treinador do América-MG falou que o Renan poderia entrar no meu lugar, que não teria problema, mas depois, para a imprensa do lado dele, acabou pipocando e falando que teria que trocar de qualquer jeito. Mas não tem problema, no próximo amistoso a gente já sabe contra quem jogar e quais regras colocar, declarou o goleiro do Botafogo.

Apesar da irritação, o goleiro não reclamou da expulsão e admitiu que a falta era para cartão vermelho. Porém, a inflexibilidade da arbitragem com a regra no amistoso irritou Jefferson. "O atacante do América-MG foi mais veloz e acabou chegando antes que eu na bola. A falta foi para cartão vermelho sim, tanto que nem estava reclamando disso. Só que era um jogo-treino, não era preciso deixar um time com um jogador a menos", reclamou Jefferson.

O amistoso contra o América-MG foi o último do Botafogo antes da estreia no Campeonato Brasileiro, contra o Palmeiras, no próximo dia 22 de maio , em São José do Rio Preto. Antes, porém, a equipe realiza um período de treinamentos na cidade de Porto Feliz, no interior de São Paulo . A concentração na academia da Traffic, parceira do Botafogo em alguns jogadores, vai do dia 17 até a véspera do jogo contra o clube paulista.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.