Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Goleiro Felipe é comparado a Bruno e Dida por Luxemburgo

Jogadores do Vasco cobraram três pênaltis para fora na tentativa de escapar do goleiro do Flamengo

Thales Soares, iG Rio |

Mesmo sem defender uma cobrança sequer na disputa por pênaltis, o goleiro Felipe foi enaltecido como herói por seus companheiros e pelo técnico Vanderlei Luxemburgo. O Vasco bateu três vezes para fora, facilitando a vida do Flamengo na conquista de mais um título carioca sobre o rival.

null

Consciente da importância do goleiro, Luxemburgo fez até comparações entre Felipe e outros goleiros que ficaram consagrados como grandes pegadores de pênalti. O atual titular do Flamengo defendeu duas cobranças contra o Botafogo, na semifinal da Taça Guanabara, e outras duas contra o Fluminense, na semifinal da Taça Rio.

“O Felipe é igual ao Bruno (ex-goleiro do Flamengo, preso pelo seqüestro de Eliza Samudio) e ao Dida. Nessas horas, eles crescem para cima do batedor. O jogador sente um pouco isso. Ele é um pegador de pênaltis e é importante ter alguém assim no seu time na hora das penalidades”, afirmou Luxemburgo.

Thiago Neves já passou pela experiência de desperdiçar cobranças de pênalti. Contra o Fluminense, na semifinal da Taça Rio, Ricardo Berna defendeu o seu chute, quando poderia decidir a disputa caso fizesse o gol. O cenário se repetiu contra o Vasco, mas, desta vez, ele acertou o pé.

“Pesa ter um paredão no gol. Você precisa tirar um pouco mais dele, bater com mais força. Mas não acha que seja medo. Eles jogam no Vasco, não pode ter medo. É respeito mesmo”, disse Thiago Neves. “Às vezes, a bola não pega bem no pé mesmo. Já perdi também e acaba acontecendo. Felizmente, eles perderam as cobranças e nós fomos campeões”.

Veja imagens do jogo que rendeu o título carioca ao Flamengo:

Leia tudo sobre: flamengocampeonato carioca 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG