Bravo recordou que os chilenos, mesmo em boa fase, têm levado a pior contra a seleção brasileira

O goleiro da seleção do Chile, Claudio Bravo , admitiu nesta sexta-feira que a equipe de seu país queria "evitar o Brasil" na fase eliminatória da Copa América por conta de sucessivas derrotas que os chilenos costumam sofrer para a seleção brasileira .

Ele afirmou que, que o Chile teve "a má sorte de cruzar com o Brasil em outra Copa América e também no Mundial da África do Sul", quando os chilenos perderam por 3 a 0.

O Chile pode pegar o Brasil na semifinal caso vença a Venezuela pelas quartas de final, domingo, às 19h15, em San Juan. Os chilenos não vencem os brasileiros há seis jogos. Claro que antes a seleção brasileira também precisa superar o Paraguai, às 16h de domingo, em La Plata.

Bravo, que atua pelo espanhol Real Sociedad, comentou também sobre o crescimento da seleção venezuelana, a quem "é preciso respeitar", "porque se nota que [o time] mudou", disse. "As partidas de eliminatórias mundiais com eles foram muito apertadas", comentou. Para ele, o crescimento os venezuelanos é produto de "um longo processo, com muita gente jovem".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.