Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Goleiro corintiano reconhece má fase. "Somos líderes por sorte"

Júlio César diz que elenco foi cobrado por Tite para melhorar atuações

Bruno Winckler, iG São Paulo |

Os seis pontos em 18 disputados pelo Corinthians nas suas últimas seis partidas escancarou a má fase que vive o time neste momento do Campeonato Brasileiro . O time que conquistou 93% dos pontos nos 10 primeiros jogos viu seu aproveitamento cair para 33% nestes jogos. O time paulista continua na liderança, com 34 pontos, mas sem "gordura" - o Flamengo tem a mesma pontuação. Com esse retrospecto, o goleiro Júlio César reconheceu nesta segunda-feira que o Corinthians tem sorte por ainda estar na liderança.

Siga a página do iG Corinthians no Twitter

"Somos líderes ainda por sorte, graças à competência que tivemos no ótimo início do campeonato. A gente perdeu pontos que não queria perder, para adversários que não é só histórico, ou pela grandeza, mas principalmente ou jogos dentro de casa para

 

Cruzeiro, Ceará. Tínhamos jogos na mão e não conseguimos os pontos. Ano passado não fomos campeões por três pontos. Não é só porque é líder que temos de ficar satisfeitos com as coisas como estão", disse o goleiro, que da série negativa, fez apenas o último jogo, o empate por 2 a 2 com o Ceará, no último domingo.

O Corinthians não perdeu a liderança nesta rodada porque tanto Flamengo como São Paulo (terceiro colocado com 32 pontos) não venceram seus jogos. "Não dá para contar com a sorte sempre. Nós somos líderes por sorte, mas precisamos ser líderes por competência, por merecer", disse o goleiro titular, recém-recuperado de luxação no quinto dedo da mão esquerda.

Entre para a torcida virtual do Corinthians

O goleiro disse que não só ele, mas todo elenco está frustrado com a queda de rendimento do time nas últimas rodadas. Até por isso, Tite e os jogadores se reuniram antes do treino desta segunda-feira para conversarem sobre o momento difícil por que passa o time. "Pela expectativa criada pelo que a gente jogou, a gente não esperava essa queda, com tantos empates. Ficar seis jogos e ganhar um só foi o que mais chateou. A gente sabia que manter 93% pelo resto do campeonato seria difícil, mas não podemos deixar baixar de 70, 75% para ser campeão. Por isso a gente tem de voltar a  ganhar", disse. Com a queda de rendimento, o aproveitamento total do Corinthians em 16 rodadas é de 70%.

Quarta-feira, o Corinthians enfrenta o Atlético-MG em Ipatinga e uma vitória mantém a equipe na liderança ao menos por uma rodada. "A gente conversou hoje, o Tite chamou todo mundo para mostrar tudo que tem de ser consertado, joganmos muito no primeiro tempo, mas no segundo levamos pressão do Ceará. Temos de achar um equilíbrio para que isso não venha acontecer mais. Somos líderes ainda, mas muitos estão chegando e se a gente não tivesse vacilado poderíamos ter aberto uma vantagem. Não adianta achar que está tudo às mil maravilhas e nem que o mundo acabou, mas temos de estar mais atentos", completou.

null

Leia tudo sobre: corinthiansbrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG