Atacante marcou na vitória sobre o Oeste, mas não se ilude para o jogo contra o São Paulo, na Arena Barueri

Liedson manteve os pés no chão após a vitória do Corinthians sobre o Oeste , nesta quarta-feira, na partida que serviu de aperitivo para o clássico de domingo contra o São Paulo . Para o atacante, a liderança alcançada e o bom momento vivido pelo Corinthians na competição não podem iludir a equipe antes do duelo marcado para a Arena Barueri.

"É bom estar na liderança, mas isso não significa que estamos em melhor momento. Nunca deu para falar o que vai acontecer em um clássico antes do jogo e nunca vai dar. Não dá dizer que tem favorito. Mesmo que (o Corinthians) tenha melhores condições hoje por ser líder, nunca tem favorito em clássico", disse Liedson, autor do segundo na goleada por 3 a 0 sobre o time de Itápolis, no Pacaembu.

O Corinthians chegou a 34 pontos e assumiu isoladamente a liderança do Estadual com três pontos de vantagem sobre o São Paulo, agora terceiro. O Palmeiras é vice-líder com 32.

"Agora a gente tem de descansar porque não vai ser fácil no domingo. O tempo é curto para se recuperar e em um clássico é sempre importante estar na sua melhor condição para conseguir o resultado que a torcida tanto espera", disse Liedson, ciente do tabu que o Corinthians tem para defender contra o rival do Morumbi.

O Corinthians não perde para o São Paulo há mais de quatro anos. A última derrota foi em fevereiro de 2007 e de lá para cá, em 11 jogos, o Corinthians soma sete vitórias e quatro empates contra o São Paulo.

"Temos de vencer para continuar na liderança e isso é o que mais importa neste momento. Terminar a primeira fase no primeiro lugar pode ser nosso diferencial para a segunda fase", completou o artilheiro do Paulistão com 10 gols, mesmo número de Elano, do Santos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.