Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Gol contra Cabofriense coroa bom início de ano de Willians

Pouco aproveitado em 2010 devido às lesões, meia conquistou a confiança de Muricy e entrou nos últimos três jogos.

Marcello Pires, iG Rio de Janeiro |

Willians chegou ao Fluminense em janeiro de 2010 como um das maiores promessas do Vitória nos últimos anos. Mas o que era para ser uma temporada de afirmação e sucesso se transformou em frustração e esquecimento devido a uma série de lesões. Pouco aproveitado por Muricy Ramalho durante a conquista do Brasileirão, muitos achavam que o meia nem continuaria nas Laranjeiras, mas após uma excelente pré-temporada, em Mangaratiba, o jogador ganhou a confiança do treinador e foi aproveitado nos últimos três jogos.

Depois de entrar bem contra o Olaria e Macaé, inclusive sofrendo o pênalti desperdiçado por Fred, o bom momento foi coroado com um gol na vitória de 4 a 2, contra a Cabofriense, domingo, em Macaé. Willians sabe que deverá continuar no banco de reservas, mas reconhece que o início da temporada tem sido muito mais generoso do que ele imaginava.

“Eu cheguei aqui em 2010 achando que iria jogar, mas infelizmente tive várias lesões e acabei tendo poucas oportunidades. Me graças a Deus o começa de 2011 tem sido maravilhoso. Me cuidei bastante nas férias, fiz uma ótima pré-temporada e estou tendo as oportunidades que não tive no ano passado. Só posso agradecer ao Muricy pela confiança. Espero poder continuar ajudando”, afirmou o jogador.

Mesmo pouco aproveitado durante a temporada de 2010, Willian sempre acreditou que poderia repetir nas laranjeiras as boas atuações com a camisa do Vitória. A confiança era tanta, que o meia recusou algumas propostas para deixar o Fluminense.

“Eu tive propostas para sair, mas disse para meu empresário que não queria sair, pois acreditava que poderia ter chances aqui. Além do apoio da minha família, o Tata (assistente de Muricy) conversava muito comigo e os jogadores me ajudaram bastante. O Fred, principalmente, que sabe o que é ficar fora por problema de lesão. Na hora do gol todos vieram me abraçar dizendo que eu merecia aquele gol”, lembrou o jogador.

Mas apesar do bom início de ano, Willians sabe que o futebol é dinâmico e que precisa continuar trabalhando duro. Para ele, uma das mudanças que fizeram seu desempenho subir de produção foi o posicionamento dentro de campo.

“Eu sou meia de origem, mas por ser um jogador veloz tenho mais facilidade jogando na frente. Acho que essa mudança foi fundamental para eu começar a temporada tão bem. Mas as coisas mudam rapidamente no futebol e sei que preciso mostrar regularidade para continuar tendo oportunidades”, disse o meia.

 

Leia tudo sobre: FluminenseCampeonato Carioca 2011Willians

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG