Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Goiás tenta fazer história contra maior campeão da Libertadores

Independiente, da Argentina, eliminou a LDU e começa a decidir Sul-Americana contra a equipe brasileira, que passou pelo Palmeiras, às 22h desta quarta

Gazeta Esportiva |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237854347578&_c_=MiGComponente_C

Mesmo rebaixado à Série B do Campeonato Brasileiro após 11 anos na elite do futebol nacional, o Goiás poderá fazer história em 2010. Isto porque a equipe esmeraldina tem a chance de conquistar seu primeiro título internacional. Após eliminar o Palmeiras nas semifinais, o clube alviverde encara outra pedreira, nesta quarta-feira, no Serra Dourada: o Independiente, da Argentina, time com maior número de títulos da Libertadores da América (ao todo, são sete troféus obtidos, sobretudo, durante a década de 70).

Otacílio Neto, companheiro de ataque de Rafael Moura (artilheiro da atual edição, com seis gols) na inesquecível quarta-feira passada, enalteceu a qualidade dos argentinos, que passaram pela LDU, do Equador, para se credenciar a uma vaga na decisão.

"Sabemos das conquistas deles. É uma equipe vencedora, mas estamos confiantes", analisou. Apesar do currículo invejável, o 'El Rey de Copas' não emplaca uma boa campanha há anos. Atualmente, o 'Diablo Rojo' ocupa a modesta 18ª posição, entre 20 clubes, no Campeonato Argentino (Apertura 2010).

Além do poderio da dupla de ataque, o Goiás terá outra carta na manga. A experiência do zagueiro Marcão, atleta que pode se tornar o primeiro bicampeão da competição. Além do título em 2008 (defendendo o Internacional), o defensor tem quatro participações em Libertadores. Um dos líderes do grupo, Marcão ressaltou a responsabilidade do Goiás, que representará o Brasil.

"Converso bastante com o grupo para mostrar o quão importante é chegar a uma final. Nessas horas, nossa responsabilidade triplica. Não somos mais apenas o Goiás, somos o Brasil", afirmou.

Apesar do clima agradável na capital goiana, o treino da última segunda-feira não acabou bem. Após receber uma entrada dura do volante Rithelly, o 'He-man' foi tirar satisfação com o reserva. A situação ficou tão tensa que foi necessário o apoio dos outros jogadores para apaziguar e separar os 'brigões'. No entanto, minutos depois, os dois selaram a paz e finalizaram a atividade de forma tranquila.

A partida de ida será realizada nesta quarta-feira, no Estádio do Serra Dourada, às 22h (de Brasília). O título será decidido na próxima quarta, em Avellaneda. A forma de disputa dá vantagem, teoricamente, ao Goiás, pois tanto nas quartas de final (contra o Peñarol, do Uruguai), quanto nas semi (ante o Palmeiras), o clube esmeraldino garantiu a classificação fora de seus domínios.

FICHA TÉCNICA - GOIÁS x INDEPENDIENTE-ARG

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 1º de dezembro de 2010, quarta-feira
Horário: 22h (de Brasília)
Árbitro: Carlos Torres (Paraguai)
Assistentes: Nicolás Yegros e Rodney Aquino (Paraguai)

GOIÁS: Harlei; Ernando, Rafael Toloi e Marcão; Douglas, Amaral, Carlos Alberto, Marcelo Costa e Wellington Saci; Otacílio Neto e Rafael Moura
Técnico: Arthur Neto

INDEPENDIENTE-ARG: Navarro; J. Velázquez, Tuzzio e Galeano; Cabrera, Fredes, Godóy, Battión e Marque; Parra e Silvera
Técnico: Antonio Mohamed

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG