Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Goiás elimina Ponte em Campinas e espera por Santa ou São Paulo

Sem vencer há quatro jogos no Paulista, time de Campinas não resistiu ao goiano e foi eliminado

Gazeta |

A Ponte Preta segue em derrocada após a recusa do técnico Gilson Kleina ao Fluminense. Sem vencer há quatro partidas no Paulistão, a Macaca foi derrotada por 3 a 0 pelo Goiás em pleno Moisés Lucarelli e está eliminada da Copa do Brasil. O Esmeraldino agora aguarda por São Paulo ou Santa Cruz para as oitavas de final.

Os gols da vitória dos visitantes foram marcados por Guto, duas vezes, e Felipe Amorim. O triunfo começou a ser construído cedo, logo aos dez minutos do primeiro tempo, quando a má jornada dos campineiros já era evidente.

Mesmo dominando a posse de bola por mais tempo, a Ponte deu espaço para Guto invadir a área e bater cruzado para inaugurar os marcadores. A Macaca tentou reagir e chegou perto do empate aos 22, quando Harlei fez boa defesa após cabeçada de Ferron e Eduardo Arroz perdeu grande chance na sobra.

Aos 31, veio o banho de água fria. O algoz, novamente, foi Guto. Em cobrança de falta, ele acertou o canto direito do goleiro Bruno e calou a torcida local. No segundo tempo, logo aos dois minutos, o Goiás fechou a contagem com Felipe Amorim, que aproveitou a grande falha de Bruno.

Precisando de mais dois gols para evitar a eliminação direta, a Ponte tentou partir ao ataque, mas a inspiração não veio, para tristeza dos pouco mais de 3 mil pagantes.

FICHA TÉCNICA - PONTE PRETA 0 x 3 GOIÁS

Local: Estádio Moises Lucarelli, em Campinas (SP)
Data: 31 de março de 2011, quinta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Paulo Henrique Godoy Bezerra (SC)
Assistentes: Eberval Lodetti e Neuza Ines Back (ambos de SC)
Renda: R$ 21.540,00
Público: 3.085 pagantes
Cartões amarelos: Gil, Ricardo de Jesus, Leandro, Eduardo Arroz e João Paulo (Ponte Preta)

Gols: GOIÁS: Guto, aos 10 e aos 31 minutos do primeiro tempo, e Felipe Amorim aos 2 minutos do segundo tempo.

PONTE PRETA: Bruno; Eduardo Arroz, Leandro Silva, Ferron e João Paulo (Charles); Josimar (Ricardo de Jesus), Mancuso, Gil e Válber; Márcio Diogo (Renan) e Tiago Luís. Técnico: Gilson Kleina

GOIÁS: Harley; Rafael Tolói, Ernando e Marcão; Oziel, Carlos Alberto (Amaral), Zé Antônio, Marcelo Costa (Robert) e Diogo; Felipe Amorim e Guto. Técnico: Artur Neto

Leia tudo sobre: goiásponte pretacopa do brasil 2011são paulosta cruz

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG