Tamanho do texto

Dirigente iniciou a carreira de jogador no próprio clube, onde permaneceu por nove anos e conquistou sete campeonatos estaduais

Sem diretor de futebol desde a saída de Marcos Figueiredo, em novembro do ano passado, o Goiás finalmente o substituto no cargo. Trata-se do ex-goleiro Kléber Guerra, que iniciou a carreira de jogador no próprio clube, onde permaneceu por nove anos e conquistou sete campeonatos estaduais.

Entre para a Torcida Virtual do Goiás e convide seus amigos

"Há algum tempo convidei o Kléber para assumir o departamento, mas ele só aceitou agora que terminou o curso de gestor", declarou o presidente esmeraldino Hailé Pinheiro, que ainda destacou o fato do ex-goleiro ser conhecido nacionalmente, "Desde que saiu daqui, ele divulga o Goiás no Brasil todo."

O anúncio vem em boa hora. No último sábado, após a derrota por 1 a 0 para o Náutico, o técnico do Goiás, Artur Neto, cobrou a diretoria por reforços. O pedido, aliás, tem sido feito desde o Campeonato Goiano, quando o treinador detectou a ausência de jogadores experientes como principal carência da equipe.

"O time é muito jovem e precisa ser qualificado, principalmente do meio-campo para frente. Vou atrás de reforços, mas com calma. Não adianta trazer promessas, é preciso trazer algumas realidades", afirmou Kléber Guerra, que ainda prometeu dar atenção à base. "Estaremos de olho naqueles que tiverem capacidade de vestir a camisa esmeraldina e aqueles com potencial para serem emprestados", completou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.