Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Goiânia receberá Brasil x Holanda de olho em vaga na Copa de 2014

Primeiro jogo de Mano Menezes em solo brasileiro será no Serra Dourada, que sonha com vaga de Natal no Mundial

Marcel Rizzo, iG São Paulo |

Divulgação
Estádio Serra Dourada terá que passar por reforma para receber partida da seleção brasileira
O Brasil enfrentará a Holanda em 4 de junho no estádio Serra Dourada, em Goiânia. Será a estréia de Mano Menezes em solo brasileiro, e o primeiro jogo da seleção em quase dois anos no país: a última vez foi em 14 de outubro de 2009, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo da África do Sul, em Campo Grande-MS (empate sem gol contra a Venezuela). A informação foi confirmada ao iG pela Agência Goiana de Esporte e Lazer (Agel), secretaria do Governo de Goiás que administra o estádio. Ricardo Teixeira, presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), fará o anúncio semana que vem, em Goiânia.

A escolha, num primeiro momento, foi uma maneira de a CBF compensar o estado por ficar fora da Copa de 2014. Goiânia concorreu como sede, mas perdeu para Brasília e Cuiabá, que representarão o Centro-Oeste. O desejo do Governo local, porém, ainda é receber jogos do Mundial. O alvo é a vaga de Natal, que pode ser sacada pela Fifa (Federação Internacional de Futebol Association) já em março por atraso na obras para a construção da Arena das Dunas.

O Serra Dourada passará por reforma para receber a partida. A intenção é impressionar enviados da Fifa. Há a possibilidade até da presença do presidente da entidade, Joseph Blatter.

"São duas situações. Faremos uma reforma para a partida contra a Holanda e outra, claro, para uma Copa do Mundo. Estamos aquecidos no banco de reservas e,  caso haja problema com alguma sede, certamente Goiânia será contemplada", disse Arione José de Paula, diretor de suporte técnico operacional da Agel.

O estádio atualmente está em estado lastimável, com goteiras, gramado ruim, cadeiras quebradas e acesso inadequado. Em janeiro, o novo presidente da Agel, que assumiu com a posse de Marconi Perillo (PSDB), visitou o local e admitiu que o estado ainda pensa em receber jogos de 2014. O estádio em Natal está com problemas no processo de licitação e não será surpresa se já em março, em giro de Jerome Valcke, secretário geral da Fifa, pelas sedes, a capital potiguar seja eliminada.

Amizade
Goiás poderia entrar na briga pela vaga aberta porque Marconi Perillo tem ótimo relacionamento com Ricardo Teixeira, que também preside o COL (Comitê Organizador Local). Em 2007, o atual governador de Goiás foi a Zurique, na Suíça, como convidado oficial na confirmação do Brasil como sede da Copa. Na eleição para o Senado de 2006, a CBF doou R$ 50 mil para a campanha de Perillo.

Antes desta partida, Mano Menezes comanda a seleção em dois jogos entre 25 e 29 de março, contra adversários ainda não definidos, em jogos provavelmente em Londres. Em julho a Copa América será disputada na Argentina e em agosto há amistoso marcado contra a Alemanha, em Stuttgart. O duelo contra a Holanda, portanto deve ser o único no Brasil em 2011 – a Fifa só permite grande deslocamento em jogos amistosos uma vez por ano e a maior parte dos convocados atuam no futebol europeu.

Quando assumiu, em julho de 2010, uma das declarações de Mano foi a de que gostaria de jogar mais vezes no Brasil, para aproximar a seleção do torcedor. Não será a primeira vez que Brasil e Holanda se enfrentarão em Goiânia: em 8 de junho de 1999 os brasileiros venceram por 3 a 1, gols de Leonardo, Amoroso, Frank de Boer (contra) e Van Hooijdonk. O técnico brasileiro era Vanderlei Luxemburgo.
 

Leia tudo sobre: selecao brasileiraCopa 2014Mano Menezes

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG