Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Godói respira sem ajuda de aparelhos, mas segue na UTI

Médico e amigo do ex-árbitro, Osmar de Oliveira afirma ao iG que pulmão é preocupação. Polícia divulga retrato falado de suspeito

Pedro Taveira, iG São Paulo |

Futura Press
Retrato falado do suspeito de ter atirado no ex-árbitro Oscar Roberto Godoi na última quarta
Segue melhorando o estado de saúde de Oscar Roberto Godói. No início da tarde desta sexta-feira, o amigo do ex-árbitro e médico Osmar de Oliveira afirmou ao iG que Godói continua sob observação na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do HC (Hospital das Clínicas), mas já respira sem ajuda de aparelhos.

“Os exames se apresentaram normais e ele (Godói) melhorou muito. Fala normalmente e se mexe no leito. Sua recuperação é surpreendente e nesta manhã ele foi ‘desentubado’”, disse Oliveira.

A única preocupação, na visão do médico, é com relação ao pulmão esquerdo do ex-árbitro, perfurado por uma das balas. “É o único problema. Foi realizado um pneumotórax e precisamos ver como o pulmão vai se comportar”, falou Osmar.

O último boletim médico divulgado pelo HC, às 16h, não define mais o quadro clínino de Godói como grave. Segundo o documento, o paciente encontra-se estável. Ele foi atingido por quatro tiros, sendo dois de raspão, durante tentativa de assalto na noite da última quarta-feira. Um dos projéteis ficou alojado na região cervical esquerda do ex-árbitro, mas não atingiu a medula. “Ele não terá sequelas”, afirmou Oliveira.

Retrato falado
A Polícia Civil de São Paulo revelou nesta sexta-feira o retrato falado do suspeito de ter atirado no ex-árbitro Oscar Roberto Godói, durante tentativa de assalto na noite da última quarta-feira. O caso foi registrado no 23ª DP, em Perdizes, na zona oeste da capital.

AE
PMs fazem ronda no local onde Oscar Godói, de 55 anos, foi baleado na quarta-feira à noite

 

Leia tudo sobre: Oscar Roberto GodóiPolícia

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG