Em entrevista ao iG, volante do Grêmio afirma que não teve lesão recentemente e jogará quarta pelo Panathinaikos

Gilberto Silva em campo pelo Panathinaikos na Liga dos Campeões
Getty Images
Gilberto Silva em campo pelo Panathinaikos na Liga dos Campeões
Gilberto Silva só terá condições de vestir a camisa do Grêmio em agosto, quando os novos contratados poderão atuar no Campeonato Brasileiro. O volante, entretanto, diz que se fosse possível, teria condições físicas de jogar no novo clube hoje. “Tenho, sim. Estou terminando a temporada aqui na melhor forma possível”, disse o volante de 34 anos em entrevista ao iG .

Antes de jogar, porém, Gilberto Silva revela que tem um programa para fazer em Porto Alegre: visitar Dunga. Com o gaúcho no comando da seleção, o recém contratado do Grêmio foi presença constante nas convocações, chegou a ser capitão e foi titular na Copa da África do Sul.

“Tenho gratidão imensa a ele. Espero visitar o Dunga em Porto Alegre, estou ansioso para isso, ter oportunidade de reencontrá-lo”, afirma Gilberto Silva. Dunga, inclusive, foi consultado pelo Grêmio antes do acerto com o volante.

Gilberto conta que planeja viajar ao Brasil na próxima semana. Antes, jogará na quarta-feira sua última partida com a camisa do Panathinaikos contra o AEK.

Estou terminando a temporada na melhor forma possível. Agora, só preciso sentar com o Grêmio e definir como será o trabalho.


Confira a entrevista com Gilberto Silva:
iG: Você esta há nove anos fora do Brasil. Esse retorno era planejado ou foi o convite do Grêmio que o fez voltar?
Gilberto Silva: Já tinha planejado retornar ao Brasil. Uns meses para cá decidi com a minha família que era hora de voltar. Agora, até uns dias atrás não tinha nada certo. Negociação nenhuma. Tive próximo de um acerto com o Grêmio em janeiro. Só não aconteceu porque eu tinha contrato com o Panathinaikos e eles não abriram mão. Eu mesmo apresentei a situação para o clube para evitar conversa de especulação, mas o presidente não aceitou. Fico feliz que o Grêmio continuou acreditando em mim e que deu certo agora.

iG: Você já conversou com o Renato Gaúcho?

Gilberto Silva: Pessoalmente ainda não. Em janeiro falamos por telefone. Expliquei a situação, porque não consegui ir. No time do Grêmio, já trabalhei com o Gabriel, aqui mesmo na Grécia. Também estive com o Victor na seleção e joguei contra o Rochemback na Inglaterra.

iG: Você foi um dos símbolos da seleção do Dunga. Esteve em quase todas as convocações e foi capitão na Copa América de 2007. Chegou a consultar ele sobre o retorno ao Brasil? Tem falado com ele?
Gilberto Silva: Não, não. Agora, não. Faz um tempinho que a gente não se fala. Agora vou procurar ele. O período de convivência foi intenso, de comprometimento. Tínhamos um relacionamento muito bom. Tenho gratidão imensa a ele. Me bancou na seleção em uma época que passava por um momento difícil no Arsenal. Além de ser um ídolo meu. Espero visitar ele em Porto Alegre, estou ansioso para isso, ter oportunidade de reencontrá-lo. Vai ser uma situação diferente, mas vamos poder conversar.

Dunga e Gilberto Silva estiveram juntos na seleção brasileira
Getty Images
Dunga e Gilberto Silva estiveram juntos na seleção brasileira
iG: Você já tem data para chegar no Brasil?


Gilberto Silva: Semana que vem. Chego no Brasil na próxima semana. Vou para Porto Alegre e sentar com o Grêmio para conversar. Montar minha programação, ver como será a preparação física. Estou ansioso para voltar ao Brasil.

iG: Você só poderá estrear em agosto. Teria condições de jogar hoje?
Gilberto Silva: Tenho, claro. Quarta-feira vou jogar pelo Panathinaikos contra o AEK. Estou terminando a temporada na melhor forma possível. Agora, só preciso sentar com o Grêmio e definir como será o trabalho até a minha estreia.

iG: Você é um dos jogadores que está voltando ao Brasil depois de muito tempo. O que você acha que será diferente do seu começo de carreira?
Gilberto Silva: Bem diferente da época que eu joguei no Atlético-MG e no América-MG. Para mim, se passaram nove anos com muitas coisas boas na Europa e na seleção. Muita coisa mudou, tanto no Brasileiro quanto na minha carreira. É um desafio novo que me deixa motivo.

iG: Você está com 34 anos e assinou um contrato até o final de 2012. Planeja encerrar a carreira depois disso?
Gilberto Silva: Vou ver o que acontece, não tenho nada planejado. Estou bem fisicamente, não tenho uma lesão há muito tempo. Em três anos fui um dos jogadores que mais atuou aqui no Panathinaikos. Não tive nada, nenhum problema de lesão. É bom chegar e terminar um ciclo de uma forma positiva balanço que faço é esse estou super bem. Agora quero fazer uma história no Grêmio. Só depois, vou pensar em parar.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.