Meia afirmou que vai estar em campo contra o Palmeiras, mas entrevista foi em tom de despedida

Gilberto está confirmado contra o Palmeiras, mas falou em tom de despedida na Toca da Raposa II
Vipcomm
Gilberto está confirmado contra o Palmeiras, mas falou em tom de despedida na Toca da Raposa II
O silêncio de Gilberto acabou na Toca da Raposa II. O meia revelou em entrevista coletiva que sua decisão sobre a transferência para o Botafogo ou a permanência no Cruzeiro já foi tomada, mas não quis confirmar seu destino. O jogador explicou ainda porque não quis falar com a imprensa em algumas oportunidades.

Siga o iG Cruzeiro no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Antes do começo da sua coletiva, Gilberto afirmou que não falaria sobre o assunto Botafogo antes de conversar com o presidente do clube, Zezé Perrella. Todavia, os jornalistas insistiram no assunto e, apesar do mistério, o tom da entrevista foi de despedida. “A escolha já foi feita”, disse.

Entre para a Torcida Virtual do Cruzeiro e convide seus amigos

Gilberto falou que a situação será resolvida definitivamente assim que o presidente voltar de uma viagem. “O presidente não está aí. Estava em São Paulo. Se ele voltar amanhã ou depois, vamos conversar”, disse o jogador. O experiente meia afirmou que, independentemente da decisão, estará em campo contra o Palmeiras . “O Gilberto estará em campo no domingo, ajudando o Cruzeiro como sempre fez”, afirmou.

O meia parece não estar preocupado com as manifestações da torcida na Arena do Jacaré depois dessa “novela”. “A torcida pode vaiar o quanto ela quiser”, disse.

Imprensa
Sobre seu relacionamento com a imprensa, Gilberto explicou porque não concedeu algumas entrevistas quando solicitado. “Assim como muitas vezes vocês da imprensa escolhem os jogadores para dar entrevistas e muitos jogadores ficam dois ou três meses sem falar, eu também posso escolher em não falar. Simples assim. Quanto tempo o Rafael, goleiro reserva, não dá entrevistas? Cada um tem livre arbítrio de escolher, poder dar entrevista ou não”, concluiu.

Já o técnico Cuca está otimista quanto à permanência do atleta. "Se ele estivesse na expectativa de sair, lógico que nao iria jogar. Ninguém aqui está com expectativa que não seja jogar contra o Palmeiras. Nas conversas que tive com ele (Gilberto), e não foram poucas, está muito focado, centrado, como foi no coletivo de hoje. Conversei muito tempo sobre esse tipo de assunto com ele. Jogador pareceu focado e vai jogar. Se está focado, como está, não pode ser outra coisa que não seja cumprir o contrato até o final", disse Cuca.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.