Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Gerente do Cruzeiro se revolta com delegado que deu 10 a Sandro Ricci

Valdir Barbosa não poupou críticas e fez até ameaças contra o ex-árbitro Manoel Serapião Filho

Gazeta Esportiva |

Se havia maneira de deixar os cruzeirenses ainda mais nervosos após a derrota por 1 a 0 para o Corinthians, o ex-árbitro Manoel Serapião Filho conseguiu. Delegado da partida repleta de polêmicas e que foi definida em um pênalti duvidoso em Ronaldo, ele deu nota 10 à arbitragem de Sandro Meira Ricci. O gerente de futebol da Raposa, Valdir Barbosa, não poupou críticas e fez até ameaças.

Barbosa comparecerá à sede da CBF junto do presidente Zezé Perrella e do diretor de futebol, Dimas Fonseca, para protocolar protesto contra Ricci. "Se os lances do Corinthians ele (Serapião) viu, os do Cruzeiro ele não viu. É por isso que nós vamos lá amanhã (quarta-feira), para enfiar no nariz dele a gravação do lance do Wellington Paulista", disse, em referência a um suposto pênalti não marcado.

"É um absurdo um sujeito falar o que ele falou. Ele vai falar na Bahia, que é terra dele. Aqui em Minas Gerais ele não vai falar mais", continuou o dirigente, em declaração à Rádio Itatiaia, de Minas Gerais. Além da jogada com Wellington, os cruzeirenses alegam que Thiago Ribeiro teria sofrido outras duas penalidades não marcadas, ao passo que Ronaldo teve falta dentro da área anotada em lance normal.

"Ele vai ouvir amanhã (quarta-feira) e vai ser de mim. Se ele botar as manguinhas dele de fora, porque ele é arrogante e prepotente, e todo mundo da arbitragem sabe quem é Manoel Serapião Filho, se ele levantar o pescoçinho, eu corto ele", complementou Valdir Barbosa, dando exemplos dos sentimentos celestes nos últimos dias. O Cruzeiro é terceiro colocado no Brasileirão, com 60 pontos, três atrás do líder Corinthians.

Leia tudo sobre: campeonato brasileirocruzeiro

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG