Tamanho do texto

Meia não vinha sendo aproveitado pelo técnico Vágner Mancini neste Campeonato Brasileiro e por isso saiu

Em entrevista coletiva na tarde desta terça-feira, o presidente do Ceará , Evandro Leão, e o meio-campo Geraldo, anunciaram a rescisão do contrato do veterano meio-campo. Mas o atleta não ficará nenhum dia desempregado, pois já se apresentará, nesta quarta-feira, ao Vitória-BA .

Aos 37 anos, Geraldo é considerado ídolo pela torcida do Ceará, mas não vinha sendo aproveitado pelo técnico Vágner Mancini neste Campeonato Brasileiro. O jogador estava no clube desde 2010 e esta era a sua segunda passagem pelo clube cearense.

"Eu acho que o meu ciclo no Ceará chegou ao fim. O que eu tinha que fazer, eu já fiz, o time está formado, é um elenco forte e pode dar continuidade ao trabalho que eu iniciei com esses jogadores e com a diretoria", disse o jogador que entrou nos últimos minutos da partida contra o América-MG e foi muito aplaudido pela torcida.

Geraldo viaja para Salvador na manhã desta quarta-feira, onde realiza exames médicos e se apresenta ao Vitória. O jogador não descarta um retorno ao Ceará, mas enxerga a transferência para o rubro-negro baiano como uma oportunidade de demonstrar o seu melhor futebol.

"Eu estou indo pro Vitória com um objetivo, com o coração aberto pra fazer um novo ciclo na minha vida", concluiu o meio-campo.