Meia entrou no segundo tempo e precisou de apenas sete minutos para marcar dois gols e virar o jogo

O meia Geovane foi o grande destaque da vitória por 2 a 1 do São Caetano sobre o Goiás , nesta terça-feira à noite, pela 16ª rodada da Série B, no Anacleto Campanella. Ele substituiu o volante Souza aos 17 minutos da etapa final, quando os visitantes venciam, e precisou de apenas sete minutos para marcar dois gols e virar o jogo.

Se o começo do jogo não foi animador para o time do ABC, já que Iarley abriu o placar para o Goiás aos 12 minutos, tudo mudou no segundo tempo. Tanto que Geovane se deu ao luxo de dispensar a humildade e literalmente entrar com bola e tudo para empatar aos 22. Dois minutos mais tarde, ele atirou com força de fora da área e acabou com a seca do São Caetano, que não vencia havia quatro partidas.

Com o resultado, o São Caetano sobe provisoriamente para o 15º lugar, com 19 pontos, deixando para trás a zona do rebaixamento. Já o Goiás teve de adiar o sonho de entrar no G4 e caiu uma posição, ficando com o oitavo lugar, com 22 pontos conquistados.

O jogo
Embalado por uma sequência de cinco jogos sem derrotas - quatro triunfos e um empate -, o Goiás partiu para cima do instável São Caetano, começou dominando as ações da partida e abriu o marcador com rapidez: aos 12 do primeiro tempo, Iarley recebeu de Marcão pela esquerda da área e bateu cruzado para superar o goleiro Leandro Santos, que ainda tocou na bola.

Cinco minutos depois de anotar seu tento, Iarley ainda deu trabalho ao arqueiro rival com uma finalização de carrinho. Depois disso, porém, os donos da casa passaram a dominar a posse de bola e criaram boas chances. O que faltou no primeiro tempo sobrou para Geovane na etapa complementar: pontaria.

Com 22 minutos, ele sequer precisou chutar. Pegou a sobra de Harlei, driblou o goleiro do Goiás e conduziu a bola para dentro da meta. O São Caetano cresceu e virou logo na sequência, após Antônio Flávio fazer fila à frente da área e rolar para Geovane, o nome da noite, que disparou um chute forte e não deu chances a Harlei.

O técnico Márcio Goiano apostou na entrada do atacante Max Pardalzinho na vaga de Douglas, aos 32 minutos. O ex-palmeirense fez algumas jogadas em velocidade pela esquerda, mas não conseguiu mudar o fim da história e impedir o fim da boa toada esmeraldina.

FICHA TÉCNICA
SÃO CAETANO 2 x 1 GOIÁS

Local: Estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul (SP)
Data: 9 de agosto de 2011, terça-feira
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Alício Pena Junior (MG)
Assistentes: Márcia Lopes Caetano (RO) e Helberth Costa Andrade (MG)
Cartões Amarelos: Ricardo Xavier, Aílton e Elder Granja (São Caetano); Marcão e Marcelo Costa (Goiás)

Gols:
GOIÁS: Iarley, aos 12 minutos do primeiro tempo.
SÃO CAETANO: Geovane, aos 21 e aos 24 minutos do segundo tempo.

SÃO CAETANO: Leandro Santos; Elder Granja, Thiago Martinelli, Eli Sabiá e Bruno; Augusto Recife, Souza (Geovane), Luciano Mandi (Magnum) e Aílton; Antônio Flávio e Ricardo Xavier (Revson)
Técnico: Vadão

GOIÁS: Harlei; Douglas (Max Pardalzinho), Marcão, Ernando e Valmir Lucas; Marcinho Guerreiro, Carlos Alberto, Alan Bahia (Amaral) e Marcelo Costa (Felipe Amorim); Iarley e Guto
Técnico: Marcio Goiano

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.