Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Geninho lamenta empate e elogia atuação de Neto Coruja na Série B

Volante estava afastado dos campos por conta de uma lesão, mas voltou e foi bem visto pelo técnico

Gazeta |

Após um empate diante da Ponte Preta , em pleno Moisés Lucarelli, Geninho, técnico do Vitória , lamentou o resultado fora de casa. De acordo com o treinador, que ainda comemorou o retorno do volante Neto Coruja, o time rubro-negro foi superior durante todo o embate e merecia a vitória. Com o resultado, o Vitória ocupa o sétimo posto com 11 pontos na classificação da Série B do Brasileirão.

"Foi um jogo difícil, mas acho que o Vitória se portou muito bem. Marcou bem o time da Ponte Preta e se você for fazer uma análise do jogo todo, a Ponte teve apenas um lance que ela entrou na área. Foram chutes de fora e cruzamentos. Eles não entraram na minha área", analisou Geninho.

Segundo o comandante, após o duelo, o Vitória desperdiçou um bom resultado fora de casa por pecar em detalhes. "Se tivéssemos um cuidado maior no último passe, na conclusão, nós teríamos saído daqui com a vitória e não era por um gol. Viajo, mas viajo lamentando porque o time fez por merecer a vitória", continuou.

Quanto à volta de Neto Coruja, que estava afastado dos campos por conta de uma lesão, o treinador enalteceu a força de vontade do volante. "É uma pessoa que andava de cabeça baixa. Eu estava o incentivando, o departamento médico trabalhando, todos os amigos dando força e fico muito contente. Deu para sentir que ele ainda está fora de ritmo, mas com certeza ganhamos mais um guerreiro", completou o treinador.

O jogador ainda afirmou que sentiu dores no final da partida. Entretanto, de acordo com o departamento médico do Vitória, Neto Coruja, que vinha se tratando a sete meses de uma tendinite patelar crônica, deverá se adaptar à lesão e novamente entrar em forma.

"É assim, sem ritmo, na raça mesmo. Tecnicamente vou estar um outro jogador na terça-feira. Série B é isso aí, correria. A superação é maior que a técnica. Não esperava jogar a partida inteira, mas no jogo você não sente, quer ajudar o tempo todo", disse o volante. Na próxima rodada da Série B, o Vitória terá pela frente o Paraná, nesta terça-feira, no Barradão.

Leia tudo sobre: série b 2011vitória

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG