Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Gaúcho sonha com efetivação no futuro

Mais uma vez técnico interino, ele já pensa no jogo contra o Volta Redonda, quinta-feira, em São Januário

Thales Soares, iG Rio de Janeiro |

Acostumado a tapar buraco, Gaúcho espera pela sua chance como técnico efetivo no Vasco. Mesmo consciente de que esse ainda não é o momento de receber tal oportunidade, ele segue seu trabalho pensando no jogo com o Volta Redonda, quinta-feira, às 19h30, no Engenhão.

"Eu sou funcionário do Vasco. Claro que um dia isso vai acabar e espero que minha manutenção no cargo aconteça um dia. Estou procurando resolver os problemas. Vou pensar daqui para frente no segundo turno e trabalhar para conquistar a primeira vitória rapidamente", disse Gaúcho.

O Vasco chegou a fazer uma proposta ao português Carlos Queiroz, que comandou a seleção de Portugal na Copa do Mundo de 2010. Mas ele não aceitou. Os jogadores esperam que a situação se resolva rapidamente, mas têm consciência de que eles são os principais responsáveis por isso.

"Diziam na pré-temporada que a nossa equipe prometia muito. Agora, foi tudo por água abaixo em três jogos. Qualquer treinador que chegar, pode ser o melhor do mundo, que não vai fazer milagre. Ele vai ter suA parcela de contribuição, mas quem precisa se conscientizar somos nós jogadores", afirmou Eduardo Costa.

O Vasco é o lanterna do Grupo A da Taça Guanabara. Faltando três rodadas para o fim da primeira fase da competição, o time já está eliminado das semifinais.

Leia tudo sobre: VascoCampeonato Carioca 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG