Resultado de 2 a 2 foi ruim para as duas equipes que ficaram para trás na luta por título e Libertadores

null

Se o Flamengo tem Ronaldinho Gaúcho, o Internacional não fica atrás com Leandro Damião. A comparação, à primeira vista imprópria, foi a melhor definição para o empate em 2 a 2, na tarde fria deste domingo, no Beira-Rio, pela 18ª rodada do Brasileirão. Cada um vez um golaço.

O resultado, porém, foi ruim para ambos. O Flamengo ficou para trás na luta pelo título na comparação com o Corinthians. E o Inter, na luta pela Libertadores.

Veja a classificação atualizada do Brasileirão

As duas equipes, antes dos clássicos de domingo, têm decisões na quarta-feira. O Inter recebe o Independiente pela final da Recopa Sul-Americana. O Flamengo vai a Curitiba desafiar o Atlético-PR pela segunda fase da Copa Sul-Americana. No Gre-Nal, Guiñazu e Nei, suspensos pelo terceiro amarelo, são os desfalques. Não há baixas para encarar o Vasco.

O jogo
Foi um belo jogo de futebol, especialmente no primeiro tempo. Todo movimento, passe, chute, drible, desarme, falta, enfim, era um duelo por cada centímetro do gramado. Então, se Leandro Damião levava perigo ao gol de Felipe, Deivid respondia à altura. Quando Bolívar afastava a bola, Alex Silva fazia o mesmo do outro lado.

Ronaldinho comemora seu gol no Beira-Rio
AE
Ronaldinho comemora seu gol no Beira-Rio
Só um jogador, acima da média, poderia desequilibrar. Foi o que vez Ronaldinho Gaúcho. Ele quase abriu o placar, aos cinco minutos, quando tentou encobrir Muriel após recuo mal feito de Élton. A bola chegou a bater no travessão antes de sair.

A segunda chance não foi desperdiçada. Tinga fez falta desnecessária em Luiz Augusto. O camisa 10 pegou a bola, a ajeitou, reclamou da barreira, concentrou e... fez um golaço. A bola passou pelo lado de fora da barreira, rasteira, e venceu Muriel. Flamengo 1 a 0.

“Estou feliz por voltar ao Beira-Rio e ajudar meu time mais uma vez”, disse Ronaldinho Gaúcho, no intervalo, ao lembrar os tempos de clássico pelo Grêmio.

Antes, porém, Deivid quase ampliou ao aproveitar falha de Élton. O Inter vivia de lançamentos para Leandro Damião ou chutes de D’Alessandro. A equipe gaúcha reclamou de dois pênaltis em D’Ale e Guiñazu, que levaram amarelo por simulação. No caso do volante, o segundo e consequentemente o vermelho. Era o prenúncio de mais dificuldades...

Porém, o técnico Dorival Júnior decidiu arriscar no segundo tempo. Apostou em Andrezinho e Delatorre nas vagas de Tinga e Jô. O Inter amassou o rival nos primeiro minutos. O Flamengo não conseguia passar do meio campo embora a vantagem numérica.

O empate veio com Índio, em forte chute, após assistência de Damião. Eram cinco minutos e o Inter deu impressão de que iria se superar. Mas quem tem Ronaldinho Gaúcho... Após arrancar em rápido contragolpe, serviu Junior Cesar. Este cruzou e Jael, que havia entrado, colocou o Flamengo em vantagem novamente: 2 x 1.

O gol murchou o Inter. Embora tenha tentado a igualdade, faltava força. O time não criava chances e o Flamengo empilhava oportunidades Deivid, Jael e Ronaldinho Gaúcho. Foi quando o futebol mostrou porque é um esporte sensacional. Leandro Damião, de bicicleta, empatou o jogo. Foi um golaço. Digno de Ronaldinho Gaúcho. O suficiente para o Inter não perder mesmo com um jogador a menos.

Veja as imagens da rodada de domingo no Brasileirão :

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 2 X 2 FLAMENGO

Local : Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data : 19 de agosto de 2011, no domingo
Horário : 16 horas (de Brasília)
Árbitro : Francisco Carlos Nascimento (AL)
Auxiliares : Roberto Braatz (PR) e Erich Bandeira (PE)
Cartões amarelos : Guiñazu, D'Alessandro, Nei e Andrezinho (Internacional) e Alex Silva, Ronaldinho Gaúcho, Welinton, Renato, Luiz Felipe, Léo Moura e Junior Cesar (Flamengo)
Expulsão : Guiñazu (Internacional)

Gols :
Flamengo: Ronaldinho Gaúcho, aos 25 minutos do primeiro tempo. Jael, aos 15 minutos do segundo tempo
Inter: Índio, aos 5 minutos, e Leandro Damião, aos 32 minutos, do segundo tempo

INTERNACIONAL : Muriel; Nei, Bolívar, Índio e Zé Mário; Élton, Guiñazu, Tinga (Andrezinho) e D´Alessandro; Jô (Delatorre) e Leandro Damião.
Técnico: Dorival Júnior.

FLAMENGO : Felipe; Léo Moura, Alex Silva, Welinton e Junior Cesar; Willians, Luiz Antonio (Luiz Felipe), Renato e Bottinelli (Jael); Ronaldinho Gaúcho e Deivid (Diego Maurício). Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.