Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Gattuso decide não ir a Londres por temer retaliações da torcida

Volante do Milan foi aconselhado a não viajar para evitar confusões no duelo contra o Tottenham

Gazeta |

Suspenso da partida de volta das oitavas de final da Copa dos Campeões da Europa contra o Tottenham, por excesso de cartões amarelos, o volante Gattuso descartou acompanhar a delegação do Milan ao White Hart Lane, em Londres. O motivo é a agressão que o jogador protagonizou no fim do jogo de ida, em San Siro, contra o auxiliar Joe Jordan. O italiano teme algum tipo de retaliação por parte da torcida inglesa.

"Eu gostaria de ir, mas fui aconselhado a não fazê-lo. Eu ouvi que 37 mil pessoas estarão esperando para me dar um tapa, então vou ficar em Milão", explicou ao programa de televisão Le Lene.

Sobre o incidente contra o assistente técnico de Harry Redknapp, que lhe rendeu quatro jogos extras de gancho, Gattuso garante que Jordan estava pronto para enfrentá-lo, e apenas lamenta que o sueco Zlatan Ibrahimovic, de 1,95m de altura, não estivesse ao seu lado.

"A sorte é que Zlatan Ibrahimovic não estava perto quando o enfrentamento com Jordan aconteceu, senão estaríamos brigando até agora. Quando fui confrontá-lo, ele tirou os óculos, como se estivesse se preparando para brigar. Ele gritava a palavra com 'f' repetidamente", lembrou.

"Então, (Sebastien) Bassong (zagueiro do Tottenham) chegou e falou: 'eu e você'. A confusão foi para o túnel, onde ele tentava me diminuir por causa da minha altura. Ele estava rindo de mim", explicou.

Leia tudo sobre: MilanTottenhamGattusoLiga dos Campeões

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG