Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Gasperini assume a Inter de Milão e substitui Leonardo

Técnico, que foi demitido do Genoa no final do ano passado, assinou contrato de duas temporadas com o time de Milão

iG São Paulo |

selo

Getty Images
Gian Piero Gasperini estava no comando o Genoa e foi demito em novembro de 2010
A Inter de Milão anunciou nesta sexta-feira a contratação do técnico Gian Piero Gasperini, que irá substituir o brasileiro Leonardo no comando da equipe. O presidente do clube italiano, Massimo Moratti, expressou sua "completa satisfação" com a escolha do novo treinador. Leonardo estava no comando do clube desde dezembro de 2010 e deve assumir um cargo na diretoria do Paris Saint-Germain .

"Gian Piero Gasperini será o novo treinador da Inter. O presidente Massimo Moratti, atualmente fora da Itália, confirmou sua 'plena satisfação com a escolha' e, juntamente com o clube inteiro, deseja a Gasperini 'o sucesso que trouxe à Inter o título de campeão do mundo", publicou o clube de Milão em seu site oficial.

Siga o iG Esporte no Twitter

Antes de Gasperini, a Inter de Milão tentou contratar outros treinadores, mas não teve êxito nas suas tentativas. A equipe italiana não conseguiu trazer Marcelo Bielsa nem convencer Fabio Capello a deixar a seleção da Inglaterra para assumir o time. Além disso, o português A ndré Villas-Boas, ex-Porto, foi contratado pelo Chelsea .

A diretoria da Inter de Milão explicou que Gasperini assinará contrato por duas temporadas com o clube. Ele chega à Inter para tentar oferecer estabilidade a um grupo que viu uma mudança no comando a cada seis meses. Desde a ida do português José Mourinho para o Real Madrid, em julho do ano passado, o espanhol Rafael Benítez treinou o time até janeiro e foi substituído por Leonardo, que, apesar da conquista a Copa da Itália, vinha sendo contestado.

O treinador, de 53 anos, conduziu o Genoa ao acesso à elite do futebol italiano e o classificou para Liga Europa de 2010 ao terminar o Campeonato Italiano na quinta colocação em 2009. O treinador foi demitido do clube Gênova em novembro.

*com AE e EFE

Leia tudo sobre: futebol mundialitáliainternazionaleleonardo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG