Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Ganso sobre o Corinthians: "Um dia pode acontecer"

Jogador não escondeu a chance de ir para o rival do Santos, mas admitiu que seria complicado pela torcida

Marcel Rizzo, iG São Paulo |

Marcel Rizzo
Ganso, em evento de um de seus patrocinadores, admitiu que um dia poderá ir para o Corinthians
O meia Paulo Henrique Ganso voltou a falar sobre a possibilidade de defender o Corinthians e desta vez deixou no ar a possibilidade de ir para o rival do Santos . O jogador participou de evento de um de seus cinco patrocinadores, no início da tarde desta quinta-feira, em um hotel na zona norte de São Paulo.

“Seria complicado deixar o Santos para jogar lá [no Corinthians]. Mas um dia pode acontecer. Não sei se existe essa possibilidade [de ponte em um clube brasileiro para atuar na Itália], ninguém pode prever o futuro”, disse o camisa 10, um dia depois de marcar o gol da vitória do Santos sobre o América-MEX , na Vila Belmiro, pelas oitavas de final da Copa Libertadores.

Ganso não consegue mais evitar falar sobre a possibilidade de jogar no Corinthians porque o interesse corintiano já é público. O jogador seria comprado com ajuda da DIS, empresa do grupo Sonda que detém 45% dos direitos do atleta . A possibilidade de o Corinthians ser apenas uma “ponte” para que o jogador defenda o Milan a partir de 2012.

“Eu quero jogar na Itália porque sempre me interessei pelo país, desde criança. Com relação ao futebol acho que vou ter que render em qualquer país que eu vá jogar. Mas agora estou focado no Santos, na Libertadores e finais do Paulista”, disse o jogador, que fez a barba na frente de jornalistas e alguns fãs que foram o ver em um evento de beleza masculina. Nesta quinta, o jornal italiano "Correire Dello Sport" publicou que o jogador já é do Milan e se apresentaria em janeiro. "Não estou sabendo", disse Ganso.

O Santos propôs ao jogador a renovação do contrato algumas vezes, a última na véspera da partida contra o Cerro Porteño, no Paraguai, há duas semanas . O jogador não gostou de ter sido abordado na véspera de uma partida importante. O contrato atual vale até 2015, mas o seu salário é bem inferior ao de Neymar, seu companheiro de time.

Ganso cuida de sua carreira, ao contrário de Neymar, que tem a imagem gerenciada também pelo Santos. O acordo do jogador com a Gillette, patrocinador do evento desta quinta, foi fechado pela empresa DIS, que gerencia a carreira de Ganso. Ele também tem contrato com a Nike, a Samsung, a Pepsi e a Gatorade . O Santos queria cuidar de sua imagem, mas o jogador recusou a oferta.

Leia tudo sobre: SantosPaulo Henrique GansoCorinthians

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG