Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Ganso sai calado, diz que foi 'mais ou menos' e enaltece Arouca

Camisa 10 do Santos evitou falar com os jornalistas após a vitória conta o Deportivo Táchira, no Pacaembu

Paulo Passos e Samir Carvalho, iG São Paulo |

Gazeta Press
Ganso toca a bola na vitória do Santos no Pacaembu
Chamado de maestro pela torcida do Santos durante a vitória por 3 a 1 sobre o Deportivo Táchira, nesta quarta-feira, Paulo Henrique Ganso não mostrou ter ficado empolgado com a sua atuação no jogo. Na saída do Pacaembu, o meia não quis falar com os repórteres.

Perguntado sobre o jogo que classificou o time na Libertadores, Ganso se limitou a dizer que foi “mais ou menos”. “Arouca é que foi o destaque do jogo”, completou antes de tirar fotos com fãs e depois se dirigir ao ônibus do Santos.

Apesar de não ter participado das jogadas dos gols, Ganso foi um dos destaques do Santos na partida. Saiu já nos acréscimos para dar lugar a Pará.

Elogios ao chefe
Autor do primeiro gol santista na partida, Neymar elogiou o técnico Muricy Ramalho após o jogo. “Tivemos o espírito vitorioso que é o que ele quer”, afirmou o atacante.

Outro a falar bem do chefe foi Elano. Segundo ele, o time cresceu com a chegada de Muricy. “Sim, e foi na hora certa, que é a reta final. Precisávamos de uma pessoa como ele. Com o jeito dele, muito simples de colocar as coisas, estamos no caminho certo”, disse o meia.

 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG