"Às vezes, eu converso com o Leonardo. São coisas do futebol", disse o meia, admitindo contatos com o técnico da Inter de Milão

selo

Destaque da vitória do Santos neste domingo sobre o Ituano - resultado que classificou o time santista às quartas de final do Paulistão -, o meia Paulo Henrique Ganso foi incessantemente questionado por repórteres, no intervalo e ao final do jogo, sobre a possibilidade de deixar a Vila Belmiro rumo à Europa. A Inter de Milão seria o destino mais provável.

Mesmo depois de recusar uma renovação contratual - que aumentaria a multa rescisória dele - Ganso garante que segue com foco no Santos. "Minha cabeça está tranquila, independentemente de acertar um novo contrato com o Santos ou não. Sempre tive o sonho de jogar nos grandes clubes da Europa, mas isso tem que acontecer naturalmente, sem forçar nada. Eu não vou fazer isso de forçar. Nunca disse quando vou sair", afirmou o jovem.

Ganso admitiu que conversa com o brasileiro Leonardo, técnico da Inter de Milão, mas negou que isso signifique uma transferência. "Às vezes, eu converso com o Leonardo. São coisas do futebol, mas, por enquanto, estou com minha cabeça do Santos, que é o clube que eu amo."

Em entrevista ao jornal italiano La Gazzetta dello Sport , o zagueiro Thiago Silva disse que o Milan não teria condições de vencer o badalado "dérbi" por Ganso, uma vez que o meia estava sendo influenciado por Leonardo. O camisa 10 do Santos nega que haja uma proposta. "Nunca existiu e nem eu posso apresentar proposta, só eles."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.