Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Ganso nega deslumbramento e elogia Barça como 'super equipe'

Meio-campista também analisou o que aconteceu com o Santos na derrota para o Barcelona, no Japão

Gazeta |

Além de falar sobre a sua situação no Santos, o meia Paulo Henrique Ganso também analisou o que aconteceu com o Peixe na derrota para o Barcelona, da Espanha, por 4 a 0, no último domingo, em Yokohama (Japão), na decisão do Mundial de Clubes da Fifa. Para o camisa 10 santista, o time cometeu erros, mas não ficou "deslumbrado" com a chance de enfrentar o Barça, a mais temida equipe do futebol mundial na atualidade.

Veja também: Ganso recua e diz que venda de 10% ao grupo DIS não foi concretizada

"Não, pelo contrário. Não creio que houve um deslumbramento. Sempre respeitamos o adversário e nós sabíamos da qualidade deles, mas tínhamos que ter jogado mais bola. Nós tentamos, só que, infelizmente, enfrentamos um dos melhores times do mundo", disse Ganso.

Confira ainda: Desembarque do Santos tem apoio da torcida e tumulto no aeroporto

Indagado sobre um possível abatimento dos alvinegros após o primeiro gol dos catalães, o meia destacou que a equipe não se entregou dentro de campo. "Com 2 a 0 no placar ainda acreditávamos que seria possível reverter o resultado. Mas quando eles abriram três dificultou bastante. Mesmo assim, nós continuamos lutando. Porém, ali ficou muito difícil para a gente", comentou.

Desta forma, Paulo Henrique Ganso contou qual foi o aprendizado que o Santos trouxe das terras nipônicas com o revés para o Barcelona e o vice-campeonato mundial deste ano. "A lição que ficou é que o Santos enfrentou uma super equipe. O Barcelona tem muita qualidade, posse de bola e taticamente é praticamente perfeito. O Santos jogou bem em alguns momentos, só que não foi o suficiente. O Barcelona ganhou por mérito deles", encerrou.

Leia tudo sobre: barcelonamundial de clubessantosGanso

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG