Reunião ocorrida na última sexta, na sede da empresa de Ronaldo, teria selado o acordo entre jogador e clube

A negociação entre Ganso e Corinthians , que foi antecipada pelo iG , esquentou nos últimos dias. Um encontro ocorrido na última sexta-feira, na sede da empresa 9ine, do ex-atacante Ronaldo, teria definido o acerto entre o jogador e o clube do Parque São Jorge. De acordo com o jornal Lance! , a equipe que gerencia a carreira do meia aceitou a oferta corintiana.

Paulo Henrique Ganso tem contrato com o Santos até fevereiro de 2015, mas, por se considerar pouco valorizado, recusou um projeto de carreira oferecido pelo clube no início de fevereiro. Seu salário é de R$ 130 mil, valor inferior ao que ganhou mensalmente com publicidade em 2010 (R$ 166 mil). Pelo projeto oferecido pelos santistas, o meia receberia um total de R$ 3,3 milhões entre salários e direitos de imagem por ano (contra R$ 3,5 mi que arrecadou no ano anterior) e ainda teria de ceder ao Santos 30% dos direitos de sua imagem individual.

Em meio à crise com a diretoria, o atleta se encontrou com Marcelo Teixeira , ex-presidente e atual opositor santista. Dias depois, o atual mandatário Luís Álvaro de Oliveira confirmou as negociações do meia com o Corinthians , que estavam sendo intermediadas pela DIS, braço esportivo do Grupo Sonda e empresa que gerencia a carreira do jogador.

Recuperado da cirurgia no joelho esquerdo e às vésperas de retornar aos gramados, Ganso retomou as conversas com o Santos , mas uma reunião de 25 de fevereiro terminou sem desfecho. Já em 1º de março, a multa rescisória do contrato do atleta foi reduzida em 10% e a DIS voltou a negociar com o Corinthians.

Ganso está com a cabeça longe do Santos
Milton Trajano
Ganso está com a cabeça longe do Santos
No dia 11, em entrevista exclusiva ao iG , o meia admitiu estar magoado com a diretoria , mas afirmou ter decidido ficar no Santos. Poucos dias depois, no entanto, seu staff pediu a redução da multa rescisória em 50% . Dentro de campo, o atleta passou a ser constantemente vaiado e chamado de mercenário pelos torcedores santistas.

Somente no início de abril, o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, admitiu as conversas com Ganso . Na última semana, o meia se tornou alvo da 9ine. O sim de Ganso a Sanchez, que é conselheiro da empresa, teria ocorrido em uma reunião na sexta-feira, dois dias depois de Luís Álvaro de Oliveira ter tentado uma renovação do contrato do meia às pressas , horas antes do jogo do Santos contra o Colo Colo, do Chile, pela Libertadores.

Segundo o Lance! , a ideia do Corinthians é anunciar um contrato de três ou quatro anos, mas o acordo prevê a venda de Ganso para o exterior logo após o Brasileirão desta temporada. O clube do Parque São Jorge, que serviria de ponte do jogador para a Europa, contaria com a ajuda de um investidor e da DIS para bancar os R$ 59,4 milhões da multa para times brasileiros. Para o mercado estrangeiro, a cláusula é de R$ 102,8 mi.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.