Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Funcionários jogaram areia no gramado para esconder buracos

Chama a atenção na partida entre Brasil e Paraguai a quantidade de terra que sobe após as divididas

Marcel Rizzo e Paulo Passos, enviados iG a Los Cardales |

Para maquiar os buracos e o desnível do gramado no Estádio Único de La Plata, o governo da província de Buenos Aires, proprietária do campo, jogou terra um dia antes da partida entre Brasil e Paraguai , pelas quartas de final da Copa América .

O estádio, considerado o queridinho da competição e auto intitulado o mais moderno da América do Sul, foi reformado a custo de R$ 350 milhões para receber a competição, mas o gramado nunca esteve bom. Por ser o principal palco do torneio, já recebeu quatro partidas, contando a deste domingo, e ainda será palco de mais dois até o final (a semifinal entre Uruguai e Peru, terça-feira, e a disputa do terceiro lugar, no sábado que vem).

Depois da partida de estréia, contra a Venezuela (empate por 0 a 0 em 3 de julho), o técnico Mano Menezes reclamou que o gramado se soltava após choques e o iG flagrou, após o jogo, funcionários recolocando os tufos de grama que tinham saído.

Reuters
Justo Villar faz mais uma importante defesa no primeiro tempo e Lucio cai levantando areia no estádio argentino

 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG