Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Frizzo contraria Felipão e diz que Palmeiras não cogitou Morumbi

Vice do clube afirmou que treinador pediu para enfrentar o Corinthians no estádio do Pacaembu

Danilo Lavieri, iG São Paulo |

Afinal, o Palmeiras queria jogar no Morumbi ou não queria? Na coletiva de imprensa logo após a eliminação diante do Corinthians no Pacaembu, Felipão deixou bem claro que pediu para mandar o jogo da semifinal do Paulistão de 2011 no estádio são-paulino, além de criticar bastante a arbitragem. Nesta segunda, no entanto, o vice-presidente de futebol, Roberto Frizzo, afirmou que em nenhum momento o Morumbi havia sido cogitado.

“Vocês acham que se o Felipão quisesse jogar no Morumbi eu iria na reunião e escolheria o Pacaembu? Quem foi que te falou que ele quer o Morumbi?”, perguntou Roberto Frizzo. Após receber a resposta de que o próprio treinador havia dito isso em entrevista, o dirigente respondeu. “A única exigência que o treinador fez para a gente era usar o mando, jogar com apenas 5% dos visitantes”, completou.

Não foi o que Luiz Felipe Scolari falou na coletiva de imprensa. Além de avisar que queria usar o Morumbi, o treinador pentacampeão do mundo disse que o São Paulo vai ficar brigando eternamente para que seu estádio possa ser usado em grandes eventos.

"Esqueçam o Morumbi porque tem gente que é contra. Eles (São Paulo) sabem contra quem estão brigando. Eles é que têm de vir a público e falar dos conchavos que são feitos. Eu queria jogar no Morumbi e deixei isso claro aos meus dirigentes. Isso porque entendia que teríamos vantagem com a presença de 60 mil palmeirenses. Além de empurrar o time, teríamos um ganho financeiro. Só que meia hora depois veio o aviso que o Morumbi está vetado, está proibido. Eu não posso explicar aqui a razão. Só sei que não tem como jogar no Morumbi. Temos que saber até que ponto pode ir. E mando um aviso para o São Paulo: eles não vão ajeitar isso nem agora e nem no futuro", explicou.

O iG já havia apurado, logo após a classificação diante do Mirassol no fim de semana passado, que Felipão pretendia fazer o Palmeiras peitar o Corinthians para poder jogar no Morumbi. Parte da irritação do treinador na coletiva de imprensa, inclusive, teria ligação ao fato dele ter ouvido da boca dos dirigentes do seu clube que precisaria do aval da FPF (Federação Paulista de Futebol).

Leia tudo sobre: palmeirasfelipãofrizzo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG