Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Frizzo afirma ter a "consciência tranquila" diante de abaixo-assinado

Protesto na internet tem mais de 10 mil assinaturas pedindo a saída do dirigente da vice-presidência palmeirense

Gazeta |

AE
Roberto Frizzo não acredita em abaixo-assinado dos torcedores
O vice-presidente de futebol do Palmeiras, Roberto Frizzo, parece não estar preocupado com o abaixo-assinado criado por torcedores do clube. Alvo do pedido de demissão na manifestação promovida na internet, o dirigente afirmou apenas que respeita o protesto.

Leia também: Carmona diz que recuperou a confiança no Palmeiras

"Todo mundo tem o direito de exprimir suas opiniões. Mas eu tenho a consciência tranquila", comentou o dirigente, em contato por telefone.

Até a noite de segunda-feira, mais de 10 mil pessoas já haviam assinado o protesto, que pede para o presidente Arnaldo Tirone afastar Frizzo do departamento de futebol. O vice garante que costuma aceitar as reclamações que julga procedentes sobre seu trabalho, mas alega que não é o caso do abaixo-assinado.

E ainda: Richarlyson critica preconceito da torcida do Palmeiras

"Existem críticas e críticas. Quando há um debate, em que a pessoa externa a opinião e eu coloco a minha, é um processo recíproco de conhecimento. Eu as levo em consideração, porque ninguém é o dono da verdade. Mas isso não foi uma crítica, e sim uma posição deles", acrescentou.

No protesto, os torcedores negam qualquer ato de violência, mas advertem que não querem "satisfação alguma, e sim o afastamento do senhor Roberto Frizzo de seu atual cargo na Sociedade Esportiva Palmeiras".

Leia tudo sobre: palmeirasroberto frizzo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG